Seculo


  • Lava Jato no ES

 

Militares da reserva devem começar a atuar no Judiciário na próxima semana


21/04/2017 às 20:45
O Tribunal de Justiça do Estado (TJES) vai contar a partir da próxima semana com o reforço de policiais militares da reserva para desempenho de atividades de segurança. Eles vão atuar nas dependências da sede do Tribunal e nos fóruns da Grande Vitória. A Assessoria Militar do TJES já está preparada para receber os primeiros 28 dos 50 militares que vão atuar no Poder Judiciário. A contratação é resultado do convênio assinado entre o TJES e o governo do Estado no último dia 5.

De acordo com o tenente-coronel Jocarly Martins de Aguiar Júnior, assessor militar do TJES, os policiais já realizaram cadastramento, receberam orientações, equipamentos, e tiraram dúvidas quanto à sua atuação no âmbito do Judiciário. Inicialmente, esses Policiais serão distribuídos entre os Fóruns da Grande Vitória, os Juizados da Infância e da Juventude e os Juizados Especiais Criminais da região.

A previsão é de que, inicialmente, serão contratados 50 policiais para atuar no TJES e unidades judiciárias da Grande Vitória. A mesma quantidade deve ser contratada em agosto deste ano e outros 50 podem ser convocados até o final de novembro, totalizando até 150 policiais, e permitindo que todas as instalações do Estado contem com a presença de pelo menos um militar.

O aumento no contingente de Policiais Militares será somado à atuação dos vigilantes armados, que atuam 24 horas por dia na segurança patrimonial das unidades, com reforço nos horários administrativos, e também aos esforços das empresas de portaria, cujos profissionais realizam a primeira abordagem das pessoas que ingressam nas instalações do Judiciário capixaba.

Desde o início da atual administração, o tribunal adotou outras medidas para garantir a segurança, como a expansão do sistema de vídeomonitoramento, a implementação do controle de acesso de pessoas por sistema biométrico e de detectores de metal. Todas essas medidas devem ser concluídas até o final deste ano. Também será adotado o sistema de cancelas no estacionamento e na garagem interna no prédio do TJES, garantido maior segurança no controle de acesso de veículos ao prédio.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
Legítima defesa

Bloco puxado por Erick Musso envolve sete partidos pequenos e se movimenta para garantir a eleição de dois deputados federais e seis estaduais em 2018

OPINIÃO
José Rabelo
O que Alckmin e Hartung têm em comum?
Ambos escondem dados sobre renúncia fiscal e seguram as emendas parlamentares com mão de ferro
Piero Ruschi
26 de junho: aniversário de Santa Teresa e do Museu Mello Leitão
Infelizmente, nem tudo serão flores na cidade dos colibris. Instituição é desrespeitada e afundada pelo Instituto Nacional da Mata Atlântica
Lídia Caldas
Nutrição e gestação
Será que uma gestante tem mesmo necessidade de uma dieta alimentar diferenciada?
Geraldo Hasse
Estarrecedoramente Dilma
Em depoimento a uma revista, a ex-presidente manifesta a crença na vitória da esquerda em 2018
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Uma festa para Ro Ro que rolou escada abaixo
Panorama Atual

Roberto Junquilho

Mulher "noiada" mostra a falência de programas sociais
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

O caso da pequena felicidade
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Com PT balançando e PSDB dividido, Hartung tenta 'sublocar' novos partidos para sua base

Fazenda de ex-prefeito vai a leilão para cobrir dívida por ato ímprobo

MPES oferece denúncia contra 22 pessoas acusadas de envolvimento em paralisação da PM

Juiz antecipa julgamento de ação contra diretoria do Sindicomerciários

Justiça Eleitoral vai investigar denúncia de ‘caixa dois’ para Luiz Paulo