Seculo


  • Lava Jato no ES

 

Militares da reserva devem começar a atuar no Judiciário na próxima semana


21/04/2017 às 20:45
O Tribunal de Justiça do Estado (TJES) vai contar a partir da próxima semana com o reforço de policiais militares da reserva para desempenho de atividades de segurança. Eles vão atuar nas dependências da sede do Tribunal e nos fóruns da Grande Vitória. A Assessoria Militar do TJES já está preparada para receber os primeiros 28 dos 50 militares que vão atuar no Poder Judiciário. A contratação é resultado do convênio assinado entre o TJES e o governo do Estado no último dia 5.

De acordo com o tenente-coronel Jocarly Martins de Aguiar Júnior, assessor militar do TJES, os policiais já realizaram cadastramento, receberam orientações, equipamentos, e tiraram dúvidas quanto à sua atuação no âmbito do Judiciário. Inicialmente, esses Policiais serão distribuídos entre os Fóruns da Grande Vitória, os Juizados da Infância e da Juventude e os Juizados Especiais Criminais da região.

A previsão é de que, inicialmente, serão contratados 50 policiais para atuar no TJES e unidades judiciárias da Grande Vitória. A mesma quantidade deve ser contratada em agosto deste ano e outros 50 podem ser convocados até o final de novembro, totalizando até 150 policiais, e permitindo que todas as instalações do Estado contem com a presença de pelo menos um militar.

O aumento no contingente de Policiais Militares será somado à atuação dos vigilantes armados, que atuam 24 horas por dia na segurança patrimonial das unidades, com reforço nos horários administrativos, e também aos esforços das empresas de portaria, cujos profissionais realizam a primeira abordagem das pessoas que ingressam nas instalações do Judiciário capixaba.

Desde o início da atual administração, o tribunal adotou outras medidas para garantir a segurança, como a expansão do sistema de vídeomonitoramento, a implementação do controle de acesso de pessoas por sistema biométrico e de detectores de metal. Todas essas medidas devem ser concluídas até o final deste ano. Também será adotado o sistema de cancelas no estacionamento e na garagem interna no prédio do TJES, garantido maior segurança no controle de acesso de veículos ao prédio.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

Armadilha para pegar Majeski falhou

Por mais que o Palácio Anchieta tenha caprichado no requinte da produção, o deputado oposicionista não só sobreviveu como saiu ainda mais forte

OPINIÃO
Renata Oliveira
No rastro
Quando o governador Paulo Hartung retornar de Paris, vai enfrentar um Sérgio Majeski ainda mais incômodo
JR Mignone
As notícias na internet
Conteúdos sensacionalistas parecem ter grande apelo na internet
Geraldo Hasse
Seremos todos boias-frias?
A palavra reforma, sempre associada a avanços, está sendo aplicada a um retrocesso
Lídia Caldas
A importância dos probióticos e prebióticos
Se você não se preocupar com isso estará dando passos largos para engrossar as estatísticas de doenças de causas evitáveis
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Nenna – parte II: early years na ilha
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Odebrecht quebrou a "Omertá", e agora?
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

A sombra
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

Hartung contratou advogado preso na Lava Jato para se defender de delação da Odebrecht

Ação civil pública requer atuação efetiva da prefeitura no controle da poluição do ar em Vitória

'A gente espera que o Tribunal de Contas revogue o reajuste', diz líder comunitário

Fraude em Bom Jesus mostra farsa da participação feminina na eleição

Tribunal Regional do Trabalho realiza Semana de Conciliação a partir de segunda-feira