Seculo


  • Lava Jato no ES

 

Escritório do Idaf de Linhares opera em condições precárias


18/05/2017 às 13:47
O escritório do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado (Idaf) de Linhares, no norte do Estado, foi inspecionado por um técnico em segurança do trabalho que constatou a precariedade da edificação, onde, além de fazerem trabalhos internos, os servidores fazem atendimento ao público.

De acordo com o laudo do técnico, as paredes do escritório da autarquia estão tomadas por mofo e infiltrações, com desprendimento de parte do forro teto. As paredes da sala dos servidores também estão desprendendo.

A sala de almoxarifado do escritório serve como arquivo de documentações, com caixas de documentos empilhadas em meio a produtos de limpeza. No segundo andar do prédio há apenas um banheiro, que é o feminino, gerando reclamações dos servidores que só têm um banheiro disponível no primeiro andar.

O refeitório dos servidores tem tamanho inadequado para refeições. Além disso, foram constatadas situações de impedimento de acesso para pessoas com dificuldade de locomoção e idosos, já que as rampas não têm espaço suficiente para a subida de cadeiras de rodas. Os banheiros também não são acessíveis para pessoas com mobilidade reduzida.

A iluminação no edifício é precária, inclusive nas salas em que os servidores atuam e as instalações elétricas têm fios expostos.

O Sindicato dos Servidores Públicos do Estado (Sindipúblicos-ES), que solicitou a vistoria, vem fazendo este trabalho em diversos escritórios de órgãos do governo e, assim como em outros casos, encaminhou o relatório técnico aos órgãos de controle e fiscalização e irá entrar com ações judiciais para que o Idaf cumpra a legislação no que tange a segurança no trabalho.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

SOCIOECONÔMICAS
No olho do furacão

Entre protestos, xingamentos e sopapos registrados nesta semana, Ferraço tenta sobreviver como pode para tirar leite de pedra da Reforma Trabalhista

OPINIÃO
Piero Ruschi
Colibris de Santa Teresa pedem socorro
Das 34 espécies de beija-flores conhecidas no município, 12 não são vistas em períodos que variam de 10 a 40 anos
Renata Oliveira
Contendo a ciumeira
Uma das expectativas com o retorno do governador Paulo Hartung é apaziguar os ânimos entre os deputados e os secretários
Nerter Samora
Lavando as mãos
A omissão da União sobre ação contra poluição de praias de Vitória é inaceitável
Lídia Caldas
A importância dos probióticos e prebióticos
Se você não se preocupar com isso estará dando passos largos para engrossar as estatísticas de doenças de causas evitáveis
Geraldo Hasse
É preciso equalizar o bem-estar
A crise do capitalismo pode ser resolvida mediante a adoção de um programa comunista de governo
BLOGS
Blog do Phil

Phil Palma

Um homem nu.
Flânerie

Manuela Neves

Nenna – parte II: early years na ilha
Panorama Atual

Roberto Junquilho

A Odebrecht quebrou a "Omertá", e agora?
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

A sombra
Gustavo Bastos
Blog destinado à divulgação de poesia, conteúdos literários, artigos e conhecimentos em geral.
MAIS LIDAS

MPES arquiva investigações contra prefeitos de Vitória e de Itapemirim

Em crise com o PDT, Euclério se encontra com liderança da Rede

Lideranças estaduais aguardam posição de Hartung sobre crise no governo Temer

No olho do furacão

Prefeito de Viana vira réu em ação de improbidade pela primeira vez