Seculo

 

Mesmo no recesso, Câmara de Cariacica aprova cargos comissionados


10/01/2018 às 18:10
Apesar do período de recesso, que só termina no dia 5 de fevereiro, a Câmara de Cariacica realizou nessa terça-feira (9) sessão extraordinária convocada pelo prefeito Geraldo Luzia Júnior, o Juninho (PPS), para aprovar, em regime de urgência, cinco projetos autorizando a criação de cargos comissionados.
 
Houve um início de protestos durante a sessão, mas nenhum vereador quis se manifestar formalmente. A prefeitura informou, por meio de sua assessoria, que os contratos são temporários e serão encerrados no mês de fevereiro. A contratação seria para impedir que os cargos fiquem desocupados.
 
Os cargos aprovados são um gerente de contabilidade, um coordenador de perícia e um coordenador de compensação previdenciária, para o Instituto de Previdência de Cariacica.
 
A folha de pagamento dos servidores do IPC custa, em média, R$ 58 mil por mês. O órgão possui 25 servidores, sendo quaro comissionados, quatro efetivos e o restante contratado. 
 
A prefeitura garante que não haverá impacto financeiro aos cofres da Prefeitura, uma vez que o Instituto é uma autarquia. A gestão municipal diz ainda que abrirá concurso público este ano. A empresa já foi contratada e está em fase de elaboração de edital, com provas previstas para o mês de abril. 
 
Os demais projetos aprovados nessa terça-feira, em regime temporário, são para cuidador escolar, um na área de enfermagem e auxiliar de consultório dentário. Também autoriza a contratação de médico para atender necessidade excepcional temporariamente. 
 
Além disso, o pacote de projetos do Executivo Municipal muda o critério de gratificação de técnico administrativo, por meio de alteração no anexo II da Lei nº 5.406/2015.

Leia Também

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem

.

De demolidor a demolido

Até outro dia, o MDB era o partido mais importante do Estado, mas entrou em agonia com a interferência de PH

OPINIÃO
Editorial
2017 que se arrasta
Manifestação da procuradora-geral da República não poupa críticas ao governo Hartung na condução da greve da PM do ano passado
Piero Ruschi
O Governo do ES e seu amor antigo ao desamparo ambiental
Mais um ''Dia Mundial do Meio Ambiente'' se passou. Foi um dia de ''comemoração'' (política)
Bruno Toledo
Estado sem PIEDADE!
As tragédias que se sucedem no Morro da Piedade sintetizam as contradições mais evidentes e brutais do modelo de sociedade e de Estado que estamos mergulhados
Geraldo Hasse
Mundo velho sem catraca
Cinquenta anos depois, é possível fazer um curso técnico por correspondência via internet
Roberto Junquilho
Hartung, o suspense
O governador Paulo Hartung mantém o suspense e pode até não disputar a reeleição em 2018
BLOGS
Mensagem na Garrafa

Wanda Sily

Uma revoada de colibris
MAIS LIDAS

Quarenta e um presos morreram entre março de 2015 e fevereiro de 2018 no Estado

Ato pela legalização do aborto será realizado na próxima segunda-feira em Vitória

Etapa Vitória

Pommercine: uma mostra de filmes pomeranos no Espírito Santo

Parques de Vitória recebem R$ 13 milhões de compensações ambientais