Estranho mundo velho

HardRock

Antigamente dizer que alguém andava nas nuvens era ofensa. Hoje, quem vive nas nuvens está antenado, na moda, atualizado. Tela grande indicava cinema, telinha é a da TV da sua casa. Não mais. A empresa especializada em eletrônicos de luxo, C SEED , criou a maior TV residencial do mundo, medindo 61 metros de comprimento por 25 de largura. Preço? $500 mil dólares. Conforto é na poltrona da sala, cinema é pra ver filme sentado, mas os cinemas de hoje não cochilam em serviço. Com poltronas estofadas para maior conforto, e cada vez mais reclinadas, se o filme não for de muita ação, muita pancadaria, todo mundo dorme.

 

Filho de 10 anos reclamando com o pai: O iPad do Pedrinho é muito melhor que o meu, e ele só tem dois anos. A necessidade de impressionar os outros começa cedo. Esposa briga com o marido por comprar o novo iPhone, que está custando mais de mil dólares, Qual o problema com o outro celular? Todos os meus amigos já compraram o novo. E assim vamos vivendo a era do desperdício, adquirindo o modelo mais novo, o carro do ano, a roupa da moda. Ter o que há de melhor. Mas se todos decidissem não comprar porque está caro, será que os preços cairiam?

 

E os índios, como ficam? Se no Brasil índio depende da boa vontade dos governos para sobreviver, a tribo dos Seminoles na Flórida está na lista das empresas mais ricas do mundo. As rígidas leis do estado contra o jogo ironicamente ajudaram a criar um dos maiores complexos de hotéis e jogos de azar do mundo – o Hard Rock Hotel e Cassino da tribo Seminoles, que está investindo 1.5 bilhões de dólares em um ousado projeto de expansão. O ponto alto – nos dois sentidos  –  é o novo prédio de 140 metros de altura em formato de guitarra, que promete se tornar ponto de referência do estado.

 

Também teremos em breve mais um gigantesco shopping center para superar o Dolphin Mall e o Sawgrass Mill, os gigantes da Flórida. Mas não andam apregoando que os shoppings estão agonizando, superados pelas vendas online? Uma novidade superando a anterior é disputa antiga, desde que Gutemberg inventou a imprensa e os datilógrafos acharam que perderiam seus empregos. Essa função existe ainda hoje, o que mudou foram as máquinas de datilografar. O primeiro livro publicado por Gutemberg, a Bíblia, tinha apenas 42 linhas em cada página, sem pontuação e parágrafos.

 

Conversa de avó no celular  – Siri, liga pro Lulu, meu netinho. Desculpe, não consigo entender sua solicitação. O Lulu, menina, tá fazendo faculdade em Miami. Desculpe, nome não encontrado. Favor fornecer detalhes mais específicos. Vovó fala bem devagar, Lu – lu – meu – ne – to – de – Mi – a – mi. Desculpe, registro não encontrado. Essa tal Siri é burra mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *