Quarta, 24 Julho 2024

Escola em Cedrolândia suspende aulas devido às chuvas

Escola em Cedrolândia suspende aulas devido às chuvas

A Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental (EMEIF) Cedrolândia, na comunidade homônima localizada na zona rural de Nova Venécia, no noroeste do Estado, suspendeu as aulas desta segunda-feira (2) devido às fortes chuvas. Assim como em várias localidades do Estado, principalmente na Grande Vitória e no sul, Cedrolândia apresentou alagamentos nas ruas e perigo iminente para os imóveis localizados à beira do rio. 







A situação precária da EMEF Cedrolândia, no entanto, é antiga. Há anos, a comunidade roga ao prefeito reeleito, Mario Sergio Lubiana (PSB) – o Barrigueira – que transfira a escola para outro local, devido a problemas de rachaduras no prédio e no muro, além da existência de um pinicão em um terreno ao lado da unidade escolar, que oferece riscos de doenças para as crianças e servidores. 



“Estamos com medo, nunca tínhamos visto goteiras como as de hoje”, declarou a diretora da EMEIF, Suede Mara Scheidegger de Souza Lobato. “A escola precisa ser transferida daqui”, roga a diretora. 



Em denúncia encaminhada à Comissão de Proteção à Criança e ao Adolescente e de Política de Drogas da Assembleia Legislativa, em novembro passado, foram relatados diversos problemas da estrutura física e pedagógica da escola. Entre eles, afundamento e rachaduras nas paredes, situação lastimável das cadeiras e mesas, falta de atendimento específico para pelo menos dez crianças com necessidades especiais, inexistência de acessibilidade e de saída de emergência, ausência de aparelhos de ar condicionado instalados (aparelhos que estão se deteriorando pela falta de instalação e uso), ausência de cobertura no pátio para atividades esportivas da escola e de professores para utilizarem os equipamentos de informática existentes.



A água que abastece a escola e toda a comunidade também é motivo de denúncias há anos, pois o tratamento é feito pela associação de moradores local, sem equipamentos e profissionais adequados, o que resulta numa água amarelada e gordurosa, que é rejeitada pelos moradores para alimentação e causa transtornos até para a lavagem de roupas. 



Um surto de diarreia e vômito foi registrado no início do ano letivo de 2019, fazendo com que o município passasse a abastecer a escola com água mineral, mesmo recurso utilizado pelos moradores da comunidade que dispõem de condição financeira para a compra. 



As péssimas condições da água e da escola de Cedrolândia já foram denunciadas também na própria Prefeitura e Câmara de Vereadores, na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-ES) e no Ministério Público Estadual (MPES), tendo sido também motivo de protestos pelas ruas da comunidade. 



A única providência tomada pelo município, no entanto, além do fornecimento temporário de água mineral à escola, foi a reforma parcial do muro da unidade escolar. A Companhia Espírito-Santense de Saneamento (Cesan), por sua vez, realizou novo treinamento para os responsáveis pela estação de tratamento rudimentar da comunidade e melhoria de alguns equipamentos. 



Águas de março



As chuvas que novamente alagam várias localidades capixabas em 2020 tiveram início neste domingo (1). Em menos de 24 horas, já provocaram alagamentos em vários municípios, além de interdições nas principais rodovias que cortam o Estado.



Em vídeo postado em suas redes sociais na manhã desta segunda-feira (2), o governador Renato Casagrande fala à população ao lado do coronel Cerqueira, do Corpo de Bombeiros, e do coronel André, da Defesa Civil Estadual. A orientação é para que as pessoas “não tentem resolver problemas sozinhos”, mas que procurem os Bombeiros e a Defesa Civil, pelo telefone 193, em caso de risco de alagamento de seus imóveis.



A previsão para a semana, informou o Coronel André, é de persistência das chuvas, mas com menor intensidade já a partir das próximas horas. 

 

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 24 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/