Dólar Comercial: R$ 5,62 • Euro: R$ 6,67
Sábado, 24 Outubro 2020

'Marmitaço' protesta contra retrocessos no combate à fome

MARMITACO_DIVULGACAO Divulgação
Divulgação

"Gente é pra brilhar, não pra morrer de fome". Os versos de uma música inspiram a campanha que cresce Brasil adentro, inclusive com articulação no Espírito Santo. Um "Marmitaço" vai ser realizado neste sábado (17) e domingo (18) em diferentes lugares do país junto aos coletivos e grupos que atuam nas comunidades contribuindo com a alimentação de pessoas em situação de vulnerabilidade.

A campanha "Gente é pra brilhar" é mais uma iniciativa que vem na esteira do ativismo alimentar que vem crescendo nos últimos anos, sobretudo com a realização dos "Banquetaços", evento com distribuição de alimentos usados para visibilizar e denunciar politicamente temas ligados à questão alimentar, como a proposta da farinata (ração humana), do então prefeito de São Paulo João Dória (PSDB), e as medidas do governo federal que prejudicam a atuação da sociedade civil por meio do Conselho de Segurança Alimentar (Consea).

No período de pandemia do coronavírus e com as políticas do governo federal e seus pares estaduais e municipais, a situação tem se agravado e o Brasil caminha para voltar a fazer parte do Mapa da Fome das Nações Unidas, condição da qual tinha saído em 2014. Diante da debilidade ou ausência de ação do estado para garantir a segurança e soberania alimentar e nutricional das populações em condição de vulnerabilidade, são as próprias comunidades e organizações da sociedade civil que têm trabalhado para dar uma resposta à situação e garantir um mínimo de condições para sobrevivência das pessoas.

Divulgação

Nesse sentido, somado à necessidade de manter cuidados para evitar a transmissão da Covid-19, é que o "Banquetaço" vai dar lugar a um "Marmitaço", com distribuição de alimentos nas próprias comunidades e territórios onde esses projetos emergenciais atuam. "A campanha vai no sentido de dar apoio às iniciativas já existentes no Estado. Saber como está o trabalho delas, o que precisam e no que se pode ajudar", explica Rosemberg Caitano, atual presidente do Consea estadual e um dos integrantes da equipe da campanha "Gente é pra brilhar no Espírito Santo". "É um grupo bem diversificado, que reúne cozinheiros, chefs, membros do Consea, pessoas de terreiro, de instituições", afirma.

Ele define a campanha com dois momentos. O primeiro de anúncio e o segundo de denúncia. Por isso, o grupo do Estado está realizando um mapeamento das iniciativas atuantes. Há um formulário nacional também coletando informações. Com esses dados, a campanha busca visibilizar as iniciativas que trabalham nos diversos territórios. 

Logo, o grupo também pretende denunciar a falta de políticas e omissão de autoridades em diversas situações, deixando a cargo da sociedade civil tarefas que são obrigação do poder público.

Além do mapeamento e do "Marmitaço", a campanha realiza uma série de atividades e debates online sobre temas relacionados com suas lutas, que podem ser acompanhados por meio de suas páginas no Instagram e YouTube.

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 24 Outubro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection