Quinta, 27 Janeiro 2022

Noite da Beleza Negra realiza sua 31ª edição no Espírito Santo

fabriccio_divulgacao Divulgação

Depois de paralisação desde o início da pandemia, o Espírito Santo realizará novamente a Noite da Beleza Negra, um evento que inclui desfiles e atrações musicais. Em sua 31ª edição, a tradicional celebração que marca o fim do ciclo de atividades do mês de novembro em torno da Consciência Negra, acontecerá no próximo sábado (4), às 19h, na Quadra da Novo Império, em Caratoíra, Vitória. Entre as atrações deste ano estão o cantor Fabriccio e a bateria do bloco Afrokizomba. 

Artista capixaba que vem ganhando repercussão nacional, Fabriccio fará show na Noite da Beleza Negra. Foto: Facebook

A primeira edição da Noite da Beleza Negra no Estado aconteceu em 1994, organizada pelo Centro de Estudos da Cultura Negra (Cecun), entidade ligada ao movimento negro. "O objetivo foi despertar a autoestima da população negra. Percebemos que os conceitos de beleza do Brasil eram todos europeus, os negros eram e são vistos como feios. Queríamos contrapor esse conceito de beleza e oportunizar que os negros pudessem estar na passarela. Hoje isso não é tão raro, mas naquela época era praticamente impossível de encontrar", conta Isomar Vidal, um dos criadores do evento, que integra até hoje sua coordenação.

Ao longo dos anos, a atividade foi se expandindo para diversos municípios do interior, escolas, comunidades rurais, quilombos e outros espaços, sendo que a última edição foi em 2019, em Guarapari. Com o avanço da vacinação, a proposta de retomar o evento trouxe também a possibilidade de voltar a realizá-lo na capital capixaba, promovendo um encontro de gerações.

"A ideia é conectar essa juventude que nunca teve oportunidade de participar da Noite da Beleza Negra e colocar em contato com essa festa tradicional, trazendo também questões que o movimento negro vem trazendo nos últimos tempos como o protagonismo feminino e a inclusão de pessoas LGBTQIA+", explica Winny Rocha, um dos envolvidos com a coordenação artística da Noite da Beleza Negra.

Desfile fora dos padrões

O momento central do evento é marcado pelo desfile e premiação dos melhores colocados, avaliados por um júri especial. Neste ano, uma novidade será a ampliação das categorias. Além do desfile infantil e das premiações adultas nos gêneros masculino e feminino, haverá também a categoria agênero (não-binarie), contemplando toda diversidade de gênero.

"Esse desfile foge totalmente dos padrões europeus. A gente considera que o mais importante é trazer a energia, axé, carisma, sorriso, e a performance também. Foge dos padrões de beleza, haverá pessoas de idades variadas e corpos diversos", conta Sandra Oliveira, uma das produtoras envolvidas no evento.

"A ideia dessa festa é ser um ambiente de acolhimento para o povo preto e exaltar essa beleza da negritude. A escolha da programação busca valorizar nossos artistas, destacando a diversidade e os diversos território onde estão as pessoas pretas", diz a produtora.

Além de Fabriccio, artista capixaba que vem ganhando espaço na música nacional, e do Afrokizomba, um dos blocos mais destacados do Carnaval de Vitória, participam a bateria da Novo Império, escola de samba que recebe o evento em sua quadra, Miq, rapper e produtor cultural de Flexal II, em Cariacica, a DJ Nega Ana, que traz um repertório que passa por vertentes da música negra, os grupos de dança Negraô, que têm mais de três décadas de história, e a Cia Vitória Street Dance, formado por jovens dançarinos. Ainda faz parte da programação cultural o artista visual Handerson Chic

Com a experiência de participar das 30 edições anteriores, Isomar enxerga muitas mudanças de lá pra cá, que repercutem no evento. "O negros estão assumindo mais os penteados afro, por exemplo. Em termos sociais tivemos conquistas importantes, como as cotas para universidades e concursos públicos", afirma. Apesar de tudo isso, ele aponta que o racismo ainda é uma dura realidade a ser enfrentada cotidianamente pelas pessoas negras, e cita o recente caso de ataques de intolerância e racismo religioso do vereador Gilvan da Federal (Patriotas) em plena Câmara Municipal contra religiões de matriz africana.

O racismo, entende, também é institucional. Apesar de toda história, ele aponta que o evento tem até hoje muita dificuldade de conseguir apoio do poder público, embora este apoie diversas festas de outras etnias ligadas à migração europeia.

Veja mais notícias sobre Cidades.

Veja também:

 

Comentários: 1

Jason Gilbert em Segunda, 24 Janeiro 2022 12:19

A IGNORÂNCIA É UM GRANDE DESAFIO DE SAÚDE HUMANA

Eu sou Jason, um cidadão suíço. Seu maior inimigo pode ser o medo, a incerteza, os erros que outros cometeram no passado ou até mesmo histórias contadas por outras pessoas que nunca fizeram um esforço real para buscar uma saúde melhor. Aos 39 anos, meus sonhos quase foram destruídos, pois eu vivia com HIV há 6 anos devido a um relacionamento de um mês com um ex-amante do ensino médio. Tudo graças ao Dr. WHITE graças a quem fui curado e minha luz reacendeu. Fiquei arrasada, parei de sonhar, a esperança foi perdida, mas minha decisão de experimentar um remédio de ervas depois de pesquisar on-line me trouxe de volta à vida. Então, quando seu médico lhe diz que não há cura para infecções virais, você está dizendo a si mesmo para o inferno. Hoje fiz uma série de testes confirmatórios de HIV e tudo provou que estou sóbrio. Proteja-se do HIV, Herpes, HPV, Hepatite e muito mais entrando em contato com o Dr White no Whatsapp 00234-9091-844595. Seus medicamentos não têm efeitos colaterais, podem ser enviados para você, sem cobranças ocultas e são tomados por algumas semanas para recuperação total. Eu postei isso em muitos fóruns e um monte de gente e me ligou para dizer obrigado. Juntos podemos salvar e amar uma vez intermináveis ​​drogas antirretrovirais com tantos efeitos colaterais.
Livro de rosto: Jason Gilbert

A IGNORÂNCIA É UM GRANDE DESAFIO DE SAÚDE HUMANA Eu sou Jason, um cidadão suíço. Seu maior inimigo pode ser o medo, a incerteza, os erros que outros cometeram no passado ou até mesmo histórias contadas por outras pessoas que nunca fizeram um esforço real para buscar uma saúde melhor. Aos 39 anos, meus sonhos quase foram destruídos, pois eu vivia com HIV há 6 anos devido a um relacionamento de um mês com um ex-amante do ensino médio. Tudo graças ao Dr. WHITE graças a quem fui curado e minha luz reacendeu. Fiquei arrasada, parei de sonhar, a esperança foi perdida, mas minha decisão de experimentar um remédio de ervas depois de pesquisar on-line me trouxe de volta à vida. Então, quando seu médico lhe diz que não há cura para infecções virais, você está dizendo a si mesmo para o inferno. Hoje fiz uma série de testes confirmatórios de HIV e tudo provou que estou sóbrio. Proteja-se do HIV, Herpes, HPV, Hepatite e muito mais entrando em contato com o Dr White no Whatsapp 00234-9091-844595. Seus medicamentos não têm efeitos colaterais, podem ser enviados para você, sem cobranças ocultas e são tomados por algumas semanas para recuperação total. Eu postei isso em muitos fóruns e um monte de gente e me ligou para dizer obrigado. Juntos podemos salvar e amar uma vez intermináveis ​​drogas antirretrovirais com tantos efeitos colaterais. Livro de rosto: Jason Gilbert
Visitante
Quinta, 27 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/