Domingo, 14 Agosto 2022

A la carte

Entrar em um restaurante é um prazer, embora muitas vezes uma necessidade. As opões são infinitas, difíceis são as escolhas - e o que é demais embrulha o estômago. Quando falam a sua língua e servem os mesmos pratos que você conhece não é muito complicado. Mas comer pode ser uma tragédia em terras estranhas, onde falam idiomas exóticos e cultivam hábitos primitivos. Ou seja, diferentes dos nossos.

*

Traz qualquer coisa quente, diz o turista camaleão: se ajeita em qualquer lugar, come de tudo. Aliás, não diz, mostra um dos cartões que carrega com frases essenciais para o dia a dia em terreno inimigo. Jonaro Pessoa porém, não se adapta tão facilmente. Ou simplesmente não se adapta, e embora goste de viajar, o simples e prazeroso hábito de comer bem pode arruinar o melhor roteiro turístico.

*

Pessoa desenvolveu um jeito simples de descomplicar o que incomoda. Em todo restaurante que entra, não importa em qual país ou qual o nível do estabelecimento, não se atrapalha com o menu, ou cardápio, ou lista de pratos. Sendo uma pessoa inovadora, Pessoa anda entre as mesas observando e analisando o que os outros estão comendo. Aí chama o garçom - Quero esse aqui. Se tem pimenta, tira. 

*

Tem pessoas que ignoram, outras engrossam. Tem pessoas que riem, outras descem o pau. Foi o que aconteceu no Restaurante Botin, em Madri, considerado o mais antigo do mundo ainda em funcionamento, segundo o Guinness. O Botin é um monumento ao paladar e à gastronomia. Ali famosos com Hemingway, Gran Greene, e outros monstros sagrados instalaram personagens de seus romances. Ali Van Gogh se sentou muitas vezes, sabe-se lá comendo o quê.

*

Pessoa foi ao Botin com a noiva, de nobilíssima família inglesa. E não deu outra: quando ele se levantou para a turnê habitual pelas mesas dos comensais, a noiva se levantou e se mandou. Lucrou a herdeira da coroa britânica de número 1293: Pessoa só estava interessado na fortuna da jovem; lucrou também o Pessoa: que chances ela tem em subir ao trono, com a Kate e a Meghan disputando qual tem mais filhos?

*

Pessoa levou uma turma de clientes brasileiros ao Procope, em Paris, considerado o restaurante mais antigo do mundo. A noiva argelina avisou: Não vai dar vexame circulando de mesa em mesa… Não deu outra, mas ao invés de se aborrecerem, os clientes do Pessoa foram atrás dele, olhando e escolhendo o que queriam comer. E embora os franceses já não aguentem mais os brasileiros, acharam a coisa divertida e entraram no jogo - Pede esse aqui, tá muito bom! Foi uma disputa alegre e saudável, tendo até quem oferecesse uma provinha. Todos comeram bem e Pessoa fechou o negócio - embora um tanto suspeito.

*

Quem, dentre os humanos, jamais entrou em um restaurante, que atire a primeira pedra. Mais que uma arte, as antigas casas de pasto, estão nos servindo há séculos, e como tudo que é bom e duradouro, há controvérsias sobre onde, como e quando surgiram. Paris ou Madri? Os chineses garantem que foi na China, em 1100. Pessoa pretende levar a noiva taiuanesa até lá para conferir.

Veja mais notícias sobre Colunas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 14 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/