Sexta, 21 Junho 2024

A véspera do fim do mundo

Foi dito e determinado que o mundo ia acabar no dia seguinte. Pois que acabe logo, disse Martinha, se arrumando pra aula de piano - a instrutora morava ao lado. Não fale assim, ralhou a mãe, que apressadamente retirava dos armários todas as imagens de santos e das gavetas todas as rezas que colecionava - para todos os desastres. Martinha insistiu: Por que tenho que aprender a tocar piano se vamos morrer amanhã?

*

Apesar da terrível ameaça pairando no ar, Martinha foi à aula de piano. Desnecessário acrescentar que odiava as tais lições. Não pretendo ser pianista e nem temos dinheiro para comprar piano, informa na hora das aulas. É bom para o cérebro e para a alma, ativa a memória, exercita os dedos e livra do Alzheimer, a mãe explica. Quem é esse cara? Deixa de choro, a aula já está paga,

*

Se o clima em casa era de rezas e incensos, na vizinha era o caos absoluto. Da. Hergomina Sampaiva estava na cama, entre prantos e desmaios. O marido lhe dava todos os remédios disponíveis na casa, mas a madame não se acalmava. Volto amanhã, a menina informa. Como volta amanhã? Então não sabe que o mundo vai acabar? grita o marido. Hergô, como a chamavam, geme da cama, Fica, sua mãe já pagou a aula e se for embora terei que devolver o pagamento. Se o mundo acabar a senhora não precisa devolver nada e nem eu preciso da aula. Menina insensível! Gritam juntos o marido e a moribunda.

*

Na minha peregrinação pela terra passei por muitas vésperas do dia que o mundo vai acabar. Com direito a igrejas lotadas, choro e ranger de dentes. Vizinhas se abraçando e pedindo desculpas por richas passadas, vizinhos esvaziando os estoques de cerveja. Pecados revelados, o que trazia grandes problemas no dia seguinte - e até nos anos seguintes. Teve um cometa se aproximando da terra, que nem no filme Não olhe para cima. Mudou de rota, mas quanto choro derramado!

*

Teve o mil passará mas o dois mil não chegará. Até agora continua tudo igual - dependendo das circunstâncias. O Livro dos Provérbios na Bíblia diz, Os teus olhos olhem para a frente - É isso, o passado a Deus pertence, o futuro fica por nossa conta. Tem um ditado que diz: Se chorar antes e a tragédia não acontecer, você desperdiçou suas lágrimas à toa, se acontecer, vai chorar duas vezes. No nosso imperfeito calendário gregoriano, o ano dois mil completou 24 aninhos, e nem os computadores fizeram feio.

*

Teve o calendário maya, que parou em 12 / 12/ 2012. Muita gente se desesperou, esquecendo de vasculhar teorias mais práticas - acabou o papel; ia ter que parar em algum momento; morreu o cara que escrevia o calendário - o egoísta não ensinou a mais ninguém receoso de perder o emprego. Dona Hergô morreu do susto e mesmo sem aprender a tocar piano, Martinha estava certa: o mundo só acaba para quem morre.

Veja mais notícias sobre Colunas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 21 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/