Sexta, 24 Junho 2022

Afinados

Desafinado é um marco da Bossa Nova. Música de João Gilberto, que, segundo os pesquisadores, foi um gênio. Esse dado serviu apenas de munição para este presente artigo.

Enquanto os canais livres passam Fantástico, Domingo Espetacular, programas de esportes ou filmes populares, tem canais que mostram coisas superinteressantes, como programas atuais sobre a Bossa Nova.

Domingo desses, o canal 'Film$Art' passava, no horário noturno nobre, um programa denominado Nossa Bossa. Nele estavam reunidos alguns dos nomes daquela época, como Osmar Milito, Marcel Powell (filho de Baden), Leila Pinheiro e, por incrível que pareça, Tony Garrido, inclusive o responsável pelo encontro de todos os músicos e intérpretes.

Músicas como: Chega de Saudade, Meditação, Corcovado, O Barquinho, Pela luz dos Olhos Teus, Surf Board, O Morro não Tem vez, Eu sei que Vou te Amar, Águas de Março, Se Todos fossem Iguais a Você e outras foram cantadas pelos intérpretes acima citados.

Confesso que naquela noite "achei" este programa e, eu que vivi a Bossa Nova, deu para emocionar. Teve uma hora que Tony Garrido falou: "É impossível deixar de mostrar essas músicas, são coisas maravilhosas, riquíssimas em letra e música"; logo ele que faz sucesso com um conjunto de reggae.

Enfim, ainda existem coisas que prestam na televisão brasileira.

PARABÓLICAS

Ferreira Neto é um dos radialistas mais sensíveis e completos do rádio, atuando na Rádio ES.

Meu amigo Geraldo Magela deixando saudades dos tempos da Gazeta, onde a gente tinha a Confraria das Sextas.

Fabio Pirajá posta fotos de suas novas manias. Entre outras coisas, virou "chef", fazendo pratos incríveis.

E o Amaro Neto volta suas forças para a reeleição. Na realidade, a comunicação perdeu um grande nome em prol da política fálica.

ACESSE
http://jrm50anos.blogspot.com.br/
O rádio do ES na visão de JRM

ACESSE: TRADUÇÃO JRM YOUTUBE
Spiral Starcase - More Today Than Yesterday
https://www.youtube.com/watch?v=BKqMotjgpk8

MENSAGEM FINAL
Dentro de nós está o poder do consentimento para a saúde e a doença, a riqueza e a pobreza, a liberdade e a escravidão; somos nós que controlamos isso e não os outros. Bernard Shaw

Veja mais notícias sobre Colunas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 24 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/