Domingo, 26 Junho 2022

Emoções

Quando Roberto Carlos abre seus shows dizendo "são tantas emoções", lembra que todo ser humano é movido por vários sentimentos.

O dicionário sintetiza como: "Emoção é uma sensação física e emocional que é provocada por algum estímulo, que pode ser um sentimento ou um acontecimento".

Dizem também que quando o ser humano, o homem principalmente, avança na idade, vai ficando cada vez mais emotivo, chorando à toa, dependendo do que passe ou presencie. Eu, por exemplo, venho me emocionando muito ultimamente, com meus netos, principalmente o mais novinho, além de algumas coisas vistas na televisão.

Na TV essas coisas são ligadas geralmente ao esporte. Não tenho me emocionado ultimamente com o Flamengo, mas com o início do jogo entre Real Madrid e Manchester City envolvendo os hinos, a torcida cantando sua música.

Da mesma forma me emocionei com a torcida do Fortaleza, do Ceará, cantando o Hino Nacional em "capela" a todos pulmões. A gente sente que o brasileiro traz sua nação no coração, independente do que fazem Bolsonaro ou Lula de errado. Isso me emociona!

Como também cheguei à emoção latente com um episódio antigo do seriado Plantão Médico, quando o médico operador perde seu paciente para a morte, apesar de todos os seus esforços. Dele e da equipe. Muito bem feito, muito bem dirigido, muito bem interpretado.

Se ficando mais velho traz esse tipo de emoção, bendita velhice!

PARABÓLICAS

Os preços estão tão exorbitantes, que tem supermercado não veiculando seus comerciais de varejo na TV.

JR, que começou no rádio em Cachoeiro, depois passou pela Jovem Pan em Vitória, hoje é pastor influente no Rio.

Olegário Gonçalves marcou época no rádio sertanejo da Capital. Caso estivesse hoje no ar, que tipo de música estaria rodando?

Vladimir Godoy anda sumido das lides da TV. Foi ele quem implantou o jornalismo no início da TV Gazeta.

ACESSE
http://jrm50anos.blogspot.com.br/
O rádio do ES na visão de JRM

ACESSE: TRADUÇÃO JRM YOUTUBE
Aleandro Baldi - Passerá
https://www.youtube.com/watch?v=dmsO-HpIxx4

MENSAGEM FINAL
Um novo claro Brasil surge, indeciso, da pólvora. Meu Deus, tomai conta de nós. Carlos Drummond de Andrade

Veja mais notícias sobre Colunas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 26 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/