Sábado, 20 Julho 2024

Lá vem a noiva

Os tempos mudam, e amor eterno virou frase de biscoito da sorte, mas para marcar o local para um casamento, tem que esperar um ano. A grande atração em qualquer casamento é a noiva: vestida de branco, diáfana por passar um mês ingerindo apenas saladas. Depois da noiva, a figura mais importante do casamento é a dama de honra. Geralmente no plural, pois a noiva que se preza tem muitas amigas. O noivo entra primeiro, mas já ouviu alguém perguntar o que o noivo vai vestir? Todos vão ao evento para ver a noiva, e em segundo lugar as damas de honra - graciosas e risonhas como fadas-madrinhas, e que também entram antes da noiva. Portanto, a ordem de importância é inversa à ordem de entrada.

*

O vestido da noiva é um remanescente das fadas dos velhos contos da carochinha. Muda a moda, mudam as estações do ano, mudam os costumes e a tecnologia, mas o vestido da noiva continua imbatível - irreal, inesquecível, inverossímil - lindo! Tem muita garota que se casa só para usar "aquele vestido", que aliás, fica bem em todas. Quem não quer ser princesa, mesmo que só por uma noite? No dia seguinte, a realidade bate à porta, mas quem se importa? A realidade sempre chega, por mais bonito que seja o vestido.

*

A escolha das damas de honra é um problema mais difícil do que uma equação diofantina. Quantas e quais serão escolhidas? Muitas inimizades começam aí: você não me convidou pra sua dama de honra, nunca vou esquecer! Nesse clima de guerrilha, Dona Lucinha se oferece para ser dama de honra no casamento da neta. Como assim, Vó? As damas de honra tradicionalmente são as amigas da noiva…a velhinha se ofende, Por acaso eu sou sua inimiga? Sempre sonhei ser dama de honra e só tenho uma neta!

*

A mãe da noiva apela para a tradição: Mãe e avó não podem ser damas de honra. A velha não desiste, Você tem lugar garantido atrás da noiva, e eu que estou pagando a festa vou ficar de lanterninha? A mãe da noiva: Você tem que entrar com o papai…Dona Lucinha se revolta, Não vou desfilar na igreja com aquele velho que me trocou por duas de 40. A neta: Esquece, Vó, nem neste nem nos meus futuros casamentos! A avó: Então meu presente fica oficialmente cancelado. A avó ia pagar a lua de mel nas Ilhas Seychelles. A noiva-neta entra em pânico: Vou ter que passar minha lua de mel em Guarapari?

*

As damas de honra não são mera decoração nos cortejos nupciais: essa tradição remonta aos tempos da Roma antiga, quando as amigas tinham o dever de proteger a noiva - vestindo-se igual a ela para confundir os maus espíritos e impedir que a distinguissem entre as damas. Outra tradição, o vestido branco como o luar, foi usado pela primeira vez pela Rainha Vitória, e depressa se tornou o preferido entre as noivas do mundo cristão. Na China e na Índia, as noivas vestem vermelho, cor que representa a alegria e o amor. Outra moda lançada pela rainha inglesa foi a Marcha Nupcial, que ela encomendou a Mendelssohn para o casamento de uma das filhas.

*

Não achei as origens no Google, mas outra tradição dos casamentos é a presença do noivo, embora seu traje seja totalmente ignorado. Talvez por isso tenha sido eliminado do cortejo nupcial. Mas algumas variações tornam o evento mais interessante: fui a um elegante casamento em que quando o noivo se ajoelhou, todos viram na sola do sapato a etiqueta ainda grudada, e não era um Ferracini, mas da loja de usados Good Will. Em tempo: apesar dos protestos da família, o casamento da neta da Dona Lucinha viralizou nas redes sociais.

Veja mais notícias sobre Colunas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 20 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/