Terça, 16 Agosto 2022

No mundo da fama

Nas minhas muitas andanças mundo afora, tive a sorte de deparar com alguns famosos. Sei, o mundo está cheio deles, afinal são pessoas como nós: vão ao supermercado e caminham no parque, vão à Disney e sobem ao Corcovado. Tomam banho de mar, de piscina e de chuveiro, como qualquer mortal. Mas por algum desvio no alinhamento de um outro tipo de astros, poucos cruzaram meu caminho. 

*

Lá pelos confins do Rio Grande do Sul, ao fazer o check in no único hotel local, vemos o cartaz de um importante evento - Naquela noite, uma peça de teatro com Rosamaria Murtinho e o esposo Mauro Mendonça. Vamos lá? meu esposo convida, animado. Acabávamos de chegar de uma longa viagem, e meu melhor evento seria banho quente e lençóis macios. 

*

Não gosto desta artista, eu disse, sem reparar na outra hóspede aguardando a vez de ser atendida. É uma ótima peça, vocês vão gostar, me diz com um sorriso gentil a própria Senhora Murtinho. Fui, um jeito de pedir desculpas, e gostei não só da peça, mas dos artistas. Não havendo muito que fazer em uma cidade pequena, nos encontramos várias vezes, tomamos vinho juntas e naqueles poucos dias, fomos felizes. Teatro pequeno, aplausos para o artista brasileiro que não lota estádios.

Glória Pires na Confeitaria Colombo, no centro do Rio. Andava distraída entre as mesas, talvez esperando ou procurando alguém. Devia ser habitué, porque ninguém parecia impressionado com sua presença. Eu, no entanto, me encantava - não com a estrela global, mas com a decoração primorosa. Fundada em 1894, a Colombo recebeu figuras ilustres: Chiquinha Gonzaga, Olavo Bilac, Emílio de Meneses, Rui Barbosa, Villa-Lobos, Lima Barreto, José do Patrocínio, Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek, Alberto I da Bélgica e Elizabeth II do Reino Unido . O site U City Guides elegeu a Colombo um dos 10 mais belos cafés do mundo. 

*

Em Miami tive a sorte de assistir a uma palestra de Laurentino Gomes. Fã de carteirinha, aplaudi de pé, pedi bis e ganhei autógrafo. Em um país de poucos leitores e de teimosa preferência aos importados de má qualidade, um historiador best seller é mais que um fenômeno: é um milagre! Nos festivais de cinema brasileiro em Miami vi alguns famosos, entre eles José Wilker. Vendo minha expressão deslumbrada ele se aproxima, me dá aquele abraço e parte para seus dias de glória. Nenhuma palavra foi desperdiçada.

*

Ainda no Rio, tirei uma foto com Darcy Ribeiro, imortal da cadeira número 11. Na própria Academia Brasileira de Letras, onde recebi um prêmio em um concurso de livro infantil. Em Miami, foto com Britto, o rei da pop arte. No Carlos Gomes, em Vitória, Fernanda Montenegro e Fernando Torres, ela com o pé engessado. Mesmo assim, ela continuou atuando na turnê programada Brasil afora. Dercy Gonçalves rodeada de sacolas artesanais no aeroporto,. Voos diferentes. Viva o artista brasileiro, de avião, de trem ou de bonde. Como no futebol, poucos ganham muito, enquanto muitos têm que correr atrás do salário no fim do mês. Como nós.

Veja mais notícias sobre Colunas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 16 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/