Dólar Comercial: R$ 5,27 • Euro: R$ 6,40
Segunda, 21 Junho 2021

O barulho

Uma vez fiz um artigo falando dos aviões que passam a olhos vistos, onde observo da minha varanda, chegando e saindo de Vitória (VIX). Na realidade, vejo passando baixo, mas não vejo pousando ou levantando voo, só ouço o barulho. Isso graças à nova pista do nosso aeroporto, um dos mais movimentados do País.

Dias destes de outono, céu limpíssimo, fim de tarde, ouvi o barulho de um avião partindo. Corri para a janela da cozinha do apartamento, de onde vejo eles subindo. Era um barulho forte, avião grande. Fiquei acompanhando essa subida e a curva que fazia, já nas alturas. Ia para o sul, São Paulo ou Rio.

Como o céu estava muito limpo, corri para a varanda, sentei e esperei ele passar. Lá vinha ele, já muito alto. Não fazia barulho, mas ainda dava pra ver uma luzinha piscando. Ninguém percebe um avião passando naquela altura, só por coincidência. Eu não, eu estava acompanhando desde a subida.

Volto a repetir, dava para acompanhar devido ao céu muito limpo naquele dia. E lá ia ele, cada vez mais ficando menor, quase virando um pontinho preto em movimento.

À medida que ia sumindo, os olhos, às vezes, cansavam. Aí forçava e achava ele de novo. Quis acompanhar esse avião até ele sumir definitivamente no horizonte. Isso levou quase três minutos.

Enquanto isso, pensava: Quem seriam as pessoas naquele voo? O que elas estariam sentindo? Umas ansiosas para chegar, outras saudosas por deixarem algo, outras indiferentes, e outras em pensamentos profundos ou lendo.

Lá, não sabiam que aqui na terra alguém os acompanhava e, à medida que aquele avião ia sumindo, pedia força e concentração aos pilotos, força e fé nos passageiros, que a viagem fosse boa e que Deus estava lá com todos.

E aí sumiu de vez aquele pontinho preto no céu. Já estava querendo ficar escuro com a proximidade da noite. Levantei, entrei e fui tomar um café fresquinho.

PARABÓLICAS

Em outras atividades, Marta Cibien abandonou de vez seu objetivo no rádio e tem agora o promissor Espaço Cibien.

Não tenho certeza que a audiência da Rádio Gazeta seja a mesma de quando era a 820. Deve ter caído um pouco.

Volto a dizer que a atual administração da Assembleia Legislativa dá pouco valor a sua TV. Era para impulsionar mais e mais.

Sinto que a Grande Vitória sente falta de uma rádio adulto contemporânea de verdade, com músicas que façam pessoas voltar no tempo.

ACESSE
http://jrm50anos.blogspot.com.br/

ACESSE TRADUÇÃO JRM YOUTUBE
Gianna Nannini - Sei nell'anima
https://www.youtube.com/watch?v=veSVZCL7Q4c

MENSAGEM FINAL
"Se as coisas não acontecem como desejamos, deveríamos desejá-las do modo que elas acontecem." Aristóteles

Veja mais notícias sobre Colunas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 21 Junho 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/