Sábado, 27 Novembro 2021

O Brasil hoje

Na realidade, não sei se alguns graves problemas que ocorrem no País poderiam ser evitados. Por exemplo, a crise hídrica, que segundo alguns, poderia ser evitada pelo governo. Mas tem mais: crises política, econômica e ¬social.

Alguns analistas dizem que Bolsonaro nunca quis manchar sua administração política e econômica e, por isso, agiu dessa forma, quase totalitária. Mas foi pego pelo alastramento da pandemia e a consequente crise econômica, vindo dela as crises política e social.

Existem problemas econômicos no mundo. Normal, devido à ação da pandemia. Mas lá os governos tomaram suas posições e ainda tomam medidas combativas, tanto na saúde e na economia, diferente daqui.

Uma expectativa de como será o resultado final da CPI da Covid, que poderá fazer um racha político de altas proporções, as decisões nem sempre acertadas na área econômica, a inércia das autoridades no tocante à crise energética e, por fim, o descontrole total da inflação. A fome capeia a passos largos e os supermercados faturam alto.

Todos esses fatores, Bolsonaro queria evitar desde início de seu governo. Mas parece que não soube administrar. Convenhamos que, para ter controle de tudo, o presidente nomeou nomes fracos e desconhecidos nos ministérios e nos órgãos diretos do governo. Tem uns que nem na mídia aparecem.

Tudo isso às vésperas de uma eleição majoritária. Como será isso, senhores? Então, passivamente como é o brasileiro, vamos aguardar os fatos, mesmo pagando uma cara energia, mesmo na balbúrdia política, mesmo sem poder aquisitivo da sociedade e a fome das classes mais baixas. Meu Brasil brasileiro!

PARABÓLICAS

Duas grandes figuras profissionais do rádio afastados dos microfones. Olegário Gonçalves e Paulo Duarte.

Com crise econômica nessas proporções, A Globo deveria usar mais a figura da mineira Miriam Leitão.

Tem profissional que somente faz o que sabe. Ted Conti, deputado federal.

O Buninho Andrade, da Litoral, já pode ser escalado para as novelas da Globo. Belo ator.

ACESSE
http://jrm50anos.blogspot.com.br/
O rádio do ES na visão de JRM

ACESSE: TRADUÇÃO JRM YOUTUBE
Al Green –Let's Stay Toghetter
https://www.youtube.com/watch?v=84ovhviZCV8

MENSAGEM FINAL
Se dois homens, no mesmo trabalho, concordam o tempo todo, um deles é excedente. Se discordam sem parar, os dois são descartáveis. Darryl F. Zanuch

Veja mais notícias sobre Colunas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 27 Novembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/