Quinta, 26 Mai 2022

Sugestão Netflix

A Garota do Moletom Amarelo é um interessante suspense de Uganda que, apesar do desfecho óbvio em relação ao vilão, tem uma história boa. Ignorem a injusta apreciação do IMDB.

O filme consiste de histórias concatenadas sob vários pontos de vista, a começar pelo estranho sujeito que aparece do nada gravemente ferido numa estrada, ele pede carona a um homem que leva um outro aparentemente inofensivo algemado no banco de trás. Patrick é policial e aceita levá-lo desde que possa revistar antes e ouvir sua versão.

No caminho Patrick insiste que Tom conte como apareceu ali. Ele diz que foi sequestrado no meio da noite e amarrado de ponta cabeça num estábulo, as sequestradoras o torturaram e arrancaram seus dedos por causa de uma charge ofensiva a Jesus Cristo, o policial suspeita bastante da história especialmente porque nos dias atuais os cristãos não são conhecidos pelo radicalismo, Patrick então pergunta-o como conseguiu escapar dessa situação difícil e Tom conta-lhe algo ainda mais inverossímil de como foi enterrado vivo mas que ainda assim conseguiu escapar, matar uma das sequestradoras e atirar contra o carro de uma outra.

Apesar de desconfiado Patrick segue caminho e insiste que Tom vá até a delegacia relatar o ocorrido, explicar que fez tudo em legítima defesa e que por ser desenhista no jornal local conseguiria retrata-las sem problemas, já próximos da delegacia Patrick muda de ideia e opta por passar em casa antes, para deixar o peixe que comprou no meio da estrada. Tom pede-lhe para usar o banheiro, e ele observa de soslaio que uma das sequestradoras está entrando na casa, ela é parente de Patrick e tem uma versão completamente diferente da história. Percebendo que foi desmascarado Tom tenta usar um cabo de vassoura como arma, e é claro, não consegue se defender. No caminho da delegacia a sequestradora conta sua versão da história.

O filme pode ter recebido uma nota baixo devido aos erros de continuidade e algumas situações mal ou não explicadas, na minha opinião isto não interfere tanto, mas os erros são de fato crassos e facilmente perceptíveis.

Veja mais notícias sobre Colunas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 27 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/