Dólar Comercial: R$ 5,62 • Euro: R$ 6,67
Segunda, 26 Outubro 2020

Sugestão Netflix: Sete Anos de Sorte

Dois amigos encontram-se novamente muitos anos depois no serviço militar, Sola é rebelde e inconsequente enquanto Femi é o seu contrário, ou seja, medroso e hipocondríaco, ambos personagens canhestramente caricatos. 



Sola entra no exército quase por obrigação, já que teve a entrada numa empresa recusada pela falta do ‘’certificado de reservista’’. Ele é designado para a cidade de Araromire, onde seu ex-professor de arqueologia ensinou que existe um ídolo que traz a sorte. No quartel, Sola encontra seu amigo de infância e uma ex-namorada que está solteira e entre eles forma-se um triângulo amoroso. 



Um dia Sola e Femi se perdem do resto do grupo durante uma trilha e a chuva forte obriga-os a se refugiarem numa choupana, na verdade o templo da divindade Araromire. 



No outro dia Sola revela que vai se casar com a ex-namorada Mona e que vai vender a estátua roubada para a cerimônia. Segundo a lenda, o portador da estátua passa por sete anos de sorte para depois, em compensação, sofrer sete anos com desgraças. 



A carreira profissional dos amigos deslancha depois de saírem do exército até o dia em que os sete anos terminam. 



É inacreditável que uma indústria tão grande demore tanto tempo para evoluir. Apesar da evolução no padrão tecnológico, os diretores nigerianos continuam a produzir filmes amadores. Mesmo tendo o interesse do público, o cinema no país continua estagnado, não dá pra justificar um trabalho desse nível, feito com desleixo de toda equipe. A falta de dinheiro não é desculpa, porque percebe-se que foi gasto muito mais neste filme do que é comum em África. 



O único lado positivo foi a sátira feita às pessoas que acreditam que o sucesso só pode ser fruto de um pacto demoníaco ou envolvimento com magia negra. 

 

Veja mais notícias sobre Colunas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 26 Outubro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection