Quinta, 26 Mai 2022

Um ano a mais ou a menos?

Como acontece todos os anos, em maio é primavera no hemisfério norte e a abundância de flores veio comemorar meu aniversário. Que, como todos sabem, sempre acontece em maio. Como já foi amplamente divulgado pela ciência e a astronomia, em maio as flores são mais bonitas, as abelhas produzem mais mel, o canto dos pássaros é mais harmonioso. Sim, os nascidos em maio são teimosamente otimistas.

*
Embora pareça estranho para os moradores da banda sul do globo terrestre, no norte a primavera começou no primeiro dia de março e vai terminar em 31 de maio. De primeiro de junho a 31 de agosto, o implacável verão da Flórida nos assola, mas as flores persistem - por isso ela se chama florida. O outono começa em primeiro de setembro e termina a 30 de novembro. O inverno pega as festas natalinas, a passagem de ano, e vai até 28 ou 29 de fevereiro, dependendo do humor desse mês caprichoso. Como todos sabem, os nascidos em fevereiro são mais caprichosos e organizados que os outros.

*
Essa definição é baseada nos caprichos da meteorologia. No Brasil, quem dita a moda é a astronomia, que se baseia nos equinócios e solstícios para marcar as mudanças de estações. Portanto, primeiro de junho aqui começa o verão, que no Brasil só vai acontecer no solstício de dezembro, no dia 21 ou 22 de dezembro. Aqui será inverno, que chega bem a tempo para o Natal ter bastante neve. Como se sabe, os nascidos em dezembro são festeiros, não perdem uma boca livre e adoram dar e receber presentes. É dando que se recebe.

*
A realidade, porém, é outra. Continuo completando mais um ano de vida em maio, mas as variações climáticas não obedecem ao calendário oficial. Já estamos no calor habitual da Flórida, seja verão ou inverno, com praias lotadas e ar refrigerado sempre funcionando a toda. Nas escolas, se o ar-condicionado pifar, mandam as crianças para casa.

*
Esse ano meu aniversário foi comemorado na Disney, em uma volta ao passado: há 20 anos não ia ao Magic Kingdom, o primeiro parque criado pelo Walt. Nas poucas vezes que vou a Orlando, acompanho os filhos nos parques mais modernos. Sem muita surpresa, vejo que pouco mudou no pioneiro: os mesmos brinquedos, filas imensas serpenteando ao sol, gente demais esbarrando uns nos outros nas aléias floridas - apesar de tantas inovações, esse ainda é o mais visitado de todos os parques de Orlando.

*
Na entrada me espetam na blusa nova um imenso botão - Happy birthday, Wanda! Nunca recebi tantos parabéns. Na primeira vez que visitei esse primeiro parque, Orlando era uma cidade pequena.. Hoje seus 500 hotéis acomodaram 76 milhões de visitantes em 2019 - pré-pandemia. 2020 e 2021 foram os anos das vacas magras, mas 2022 promete recuperar os dólares perdidos. O Brasil está em terceiro lugar nessa onda, atrás do Canadá e da Inglaterra. Mas ganha nos gastos - é o turista que mais deixa dólares na Flórida.

*
No alto da torre do castelo da Cinderela, abri uma latinha de coca-cola, degustei aquela horrível coxa de peru defumada e cantei o Parabéns pra mim mesma… Bem na hora dos fogos de artifício. Mais fantasia, impossível!

Veja mais notícias sobre Colunas.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 26 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/