Quarta, 24 Julho 2024

Abertas inscrições para a 3ª Mostra Nacional CineMarias

cinemarias_FotoDivulgacao Divulgação

Estão abertas até 13 de junho as inscrições para a 3ª Mostra Nacional CineMarias - Poéticas do Fim do Mundo. Cineastas e realizadoras audiovisuais de todo o Brasil podem inscrever seus filmes nas mostras competitivas capixaba e nacional (clique aqui). As inscritas concorrerão ao troféu CineMarias de Melhor Filme e Melhor Direção em ambas categorias. Um prêmio de R$ 2 mil será destinado para o melhor filme, também nas duas categorias.

Divulgação

O evento, gratuito, acontecerá de 19 a 21 de setembro, no Cine Metrópolis, no campus de Goiabeiras, na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Podem ser inscritos filmes brasileiros dirigidos por mulheres trans, cis, travestis e pessoas não-binárias, produzidos entre janeiro de 2021 e 1º de maio de 2024, com duração de até 25 minutos. Cada proponente pode enviar até duas obras dos gêneros documentário, ficção, animação ou híbrido.

Proposta

A Mostra propõe um debate sobre outras formas de comunicar e difundir histórias, reverenciando as narrativas livres e os meios independentes que se colocam como novas plataformas de partilhas do sensível. Evoca o cinema e o midialivrismo como forma de fortalecer a capacidade de comunicação e disputa de narrativas da sociedade civil em um cenário de desigualdades de gênero, racial, ambiental e econômica.

O que vem por aí

Zanete Dadalto

A programação não se restringe à exibição das obras audiovisuais. Contará também com mais de 30h de atividades como workshops e masterclasses de criação, bate-papos, painéis e shows musicais com atrações locais e nacionais. O nome CineMarias é inspirado na Lei Maria da Penha. Por isso, durante a programação, também será possível conferir ações educativas de reflexão sobre o combate à violência contra identidades femininas e de difusão dessa lei.

Último dia de inscrição

Terminam neste sábado as inscrições para os laboratórios imersivos de audiovisual Lab.Clipe e Lab.Doc, do Crias.Lab, projeto voltado para manifestações culturais urbanas das juventudes das comunidades periféricas. As oficinas são destinadas para jovens entre 18 e 35 anos e buscam capacitar os participantes na produção de videoclipes e documentários. As inscrições são feitas neste link. Por meio da formação, gratuita, os jovens receberão uma bolsa-auxílio de R$ 600,00. Serão oferecidas 50 vagas, divididas igualmente entre os dois laboratórios. As aulas ocorrerão de 10 a 14 de junho, no HUBES+, no Centro de Vitória.

Toda Noite Estarei Lá

Divulgação

O documentário Toda Noite Estarei Lá, de Suellen Vasconcelos e Tati Franklin, chegou aos cinemas nessa quinta-feira (30), feriado de Corpus Christ, e seguirá em cartaz em junho, mês do Orgulho LGBTQIA+. As exibições serão nos estados do Ceará, Rio de Janeiro, Tocantins, Bahia, São Paulo e Espírito Santo. A produção audiovisual acompanha a jornada de Mel Rosário, de 58 anos, que após sofrer uma agressão transfóbica, todas as noites se põe diante de uma igreja neopentecostal no Centro de Vitória, onde é impedida de frequentar.

Anota na agenda!

Divulgação

A edição de 2024 do festival Pocar, em Conceição da Barra, norte do Estado, já tem data marcada. O evento será de 1º a 4 de agosto. Também estão previstas este ano duas edições do Circuito Pocar, uma em Aracruz e outra em Colatina, cidades do norte e noroeste do Espírito Santo. O Pocar conta com uma programação diversificada, com atrações musicais, teatrais, dança e literatura.

Anota também!

Outro evento que já é para deixar anotado na agenda é a Caravana Combiousa - Expedição Monte Aghá, que promete ser um dos maiores eventos literários já feitos no litoral sul do Espírito Santo. Entre agosto e setembro, a caravana vai passar pelas cidades de Piúma e Anchieta, com feira de livros, oficinas, sarau, música, slam e contação de histórias nas escolas que farão parte do projeto. A caravana é uma iniciativa da Editora Cousa, que ao final, vai publicar um livro reunindo textos de escritores dos dois municípios.

Legado

Divulgação

A ideia é que a caravana não se restrinja Piúma e Anchieta, pois a proposta da Cousa é ir posteriormente a outros lugares do Espírito Santo. A iniciativa busca trabalhar os diversos públicos, desde as crianças no espaço escolar, até adolescentes no incentivo à escrita e adultos nas diversas atividades. Segundo Saulo Ribeiro, editor da Cousa, espera-se que o legado da expedição, além da publicação de um livro com escritores locais, seja a promoção da escrita e da leitura e do intercâmbio entre os agentes literários e culturais da região, para que possam futuramente promover novas atividades.

Livro

A obra com a antologia de textos oriunda da caravana será lançada em dezembro deste ano, com um evento que vai reunir os escritores selecionados e os curadores, incluindo ações para público infanto-juvenil, shows musicais, sarau e participação de artistas locais. A curadoria da obra será feita pelos escritores Henrique Rodrigues, Caê Guimarães e Fabiani Taylor.

Galope

Divulgação

Por falar na Editora Cousa, na próxima quinta-feira (6), a escritora Fran Bernardes lança Galope, livro com 24 contos nos quais a autora, a partir de eventos corriqueiros, busca promover reflexões a respeito da vida e das possibilidades de mudança. O livro, com selo da Cousa, será lançado no Artsy Vitória Hostel, no Bairro República, em Vitória, a partir das 19h.

Até a próxima coluna!

E-mail:

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 24 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/