Quarta, 27 Outubro 2021

Coletivo divulga literatura afro-brasileira capixaba em novo podcast e websérie

webserie_palavranegra_Marciel_Cordeiro_LuizWillGama Luiz Will Gama

O coletivo Palavra Negra lançará uma websérie e um podcast com autores e autoras negras capixabas. Com estreias previstas para esta sexta-feira (24) e 3 de outubro, os novos projetos do grupo tentam romper um contexto de invisibilização da literatura afro-brasileira, com o fomento e divulgação das produções em diversos gêneros.

Adriano Monteiro, um dos fundadores do coletivo, explica que os projetos carregam uma relevância política, artística e cultural. "Temos estudos que comprovam que a produção cultural feita pelo indivíduo negro, trans pretas, trans pretos, é menos divulgada do que a do branco. O nosso objetivo é tentar, de alguma forma, ampliar o acesso a esse material, e divulgar essa literatura afro-brasileira que é rica, bonita e feita com muita dificuldade, às vezes", ressalta.

Com estreia marcada para sexta, a websérie será realizada no formato de um programa de entrevistas e contará com cinco escritores e escritoras de diversos gêneros literários. A exibição será semanal no canal do YouTube do coletivo Palavra Negra.

Participam do programa os escritores Douglas Freitas, Gustavo Forde, Larissa Pinheiro, Lavínia Coutinho Cardoso e Marciel Cordeiro. Os episódios também contam com a participação de slamers, como são chamados os poetas que participam de slams, as "batalhas de poesia". Foram convidados os slamers Afronta, Ira, João Martins e Júpiter.
Marciel Cordeiro é o entrevistado do programa de estreia. Foto: Luiz Will Gama

 O intuito do programa é ouvir as trajetórias e os processos de criação dos autores. No caso dos escritores negros no Espírito Santo, as produções precisam romper com uma dupla invisibilização. Primeiro em razão do racismo, que gera um apagamento dessas narrativas e, depois, por estarem fora dos grandes centros brasileiros e do eixo Rio de Janeiro-São Paulo.

"É também uma literatura de resistência, porque são jovens que, na maioria das vezes, estão nas periferias e produzem literatura, fazem o seu corre para dar um jeito de publicar", destaca Adriano.

Divulgar esse trabalho também é o objetivo do Podcast Palavra Negra, que será lançado no dia 3 de outubro e terá 10 episódios. O projeto reunirá conversas com autores e autoras negras sobre as próprias trajetórias, a produção literária e relações raciais no País. São eles: Edson Bomfim dos Santos, Jhon Conceito, Juane Vaillant, Marcéu Rosário, Osvaldo Oliveira, Stel Miranda e Wagner Silva Gomes, além da participação de Adriano Monteiro e Janio Silva.

Adriano acredita que, por meio da divulgação da trajetória dos autores, as duas iniciativas podem servir de ferramenta para educadores utilizarem em sala de aula. "É cada um com o seu caminho, com a sua história de como chegou à literatura, de como chegou à faculdade. Então pode servir de exemplos e pode inspirar outros jovens a despertarem o interesse pela literatura, com referências aqui no Estado que continuam sonhando e escrevendo", ressalta.

Tanto o podcast quanto a websérie dão continuidade a um trabalho que já é desenvolvido pelo coletivo desde quando foi fundado, em 2014. Por meio de projetos em diversas áreas, o grupo fomenta a literatura negra com base na Lei federal nº 10.639/2003, que torna obrigatório o ensino da história e da cultura afro-brasileira e africana nas escolas públicas e particulares.

Neste sábado (25), o coletivo realizará uma live de lançamento dos dois novos projetos no YouTube. Além dos integrantes do grupo, o evento virtual contará com a participação do escritor e professor do Departamento de Línguas e Letras e do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Estado (Ufes), Jorge Nascimento, e da pesquisadora e gerente de Educação do Campo, Indígena e Quilombola da Secretaria de Estado da Educação (Sedu), Valquíria Santos Silva.

A websérie coletivo Palavra Negra foi selecionada pela Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, do Ministério do Turismo, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult-ES). Já o podcast foi aprovado em um edital de Incentivo à Leitura da própria pasta estadual.

SERVIÇO

Websérie Palavra Negra: Entrevista

Datas: 24 de setembro (estreia), 1, 8, 15 e 22 de outubro
Horário: 19h
Onde assistir: Canal do Palavra Negra no YouTube

* Live de Lançamento: 25 de setembro, às 19h, no canal do Palavra Negra no YouTube

Podcast Palavra Negra

Datas: 3 de outubro (estreia), 6, 10, 13, 17, 20, 24, 27 e 31 de outubro; 3 de novembro.
Horário: 19h
Onde acompanhar: Spotify

Fan page oficial Palavra Negra 
E-mail:
Instagram: https://www.instagram.com/palavranegra/

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 27 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/