Terça, 21 Setembro 2021

Dia do Manguezal: alunos de Vitória levam filme para festival na Itália

animacao_maguezal_divulgacao Divulgação
Divulgação

Um curta-metragem protagonizado por alunos de Vitória chegou à Itália. Dia do Manguezal foi exibido no "Cartoon Club - Festival Internacional de Cinema de Animação, Quadrinhos e Games". O filme, feito por crianças do Centro Municipal de Ensino Infantil (Cmei) Jacyntha Ferreira de Souza Simões, em Goiabeiras, aborda a importância da preservação do manguezal, o berçário da vida marinha.

Com produções de várias partes do mundo, o festival recebeu obras do cinema de animação, espetáculos, além de concertos com desenhos e animação ao vivo. O filme levado pelos capixabas se trata de uma animação que defende a consciência ambiental, por meio de expressões artísticas dos próprios alunos.

"Dentre as centenas de produções de todo o planeta, Dia do Manguezal foi selecionado para ser exibido no dia 18 de julho. Um júri composto por cineastas e especialistas em animação de diferentes nacionalidades selecionou nosso filme dentre várias obras internacionais", conta a professora Fabíola Fraga Nunes, uma das responsáveis por conduzir o projeto.


Além desse evento na Itália, o filme já foi exibido em festivais em Zanzibar, na África, e na Argentina. No Brasil, o curta foi apresentado pela primeira vez em 2019, no Cine Metrópolis, localizado na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

Foto: Gustavo Louzada

A arte foi fundamental para a construção da animação. As crianças produziram desenhos, pinturas com tintas naturais do mangue e personagens recortados, e criaram cenários em caixas de papel.

A professora explica que a discussão sobre a importância do manguezal já estava nas salas de aula antes mesmo do filme. "O Cmei Jacyntha Ferreira de Souza Simões fica em uma área do entorno do Manguezal. Nesse sentido, esse ecossistema sempre esteve e está presente na práxis pedagógica de toda a escola", afirma.

Em 2012, alunos do Cmei elaboraram uma carta de seis metros contendo fotos e desenhos dos problemas que viram nas visitas que fizeram ao manguezal. O documento foi exposto na conferência das Nações Unidas Rio +20, sendo a única escola capixaba convidada para o evento.

"Dirigentes de mais de 295 Países do mundo viram a nossa carta e seu recado representado pelas fotos e desenhos das crianças. Ou seja, nosso manguezal pedia socorro", ressalta Fabíola.

Dia do Manguezal

Em Vitória, todo dia 26 de julho é Dia do Manguezal. A professora conta que a definição da data também teve participação dos alunos do Cmei Jacyntha Ferreira de Souza Simões. "Fomos atrás de uma maneira de eternizar essa luta e tentar obter mais visibilidade para o drama do nosso ecossistema. Afinal, Vitória é uma ilha cercada de áreas de manguezal. Com a carta das crianças na mão, peregrinei por todos os gabinetes da Câmara de Vitória contando nossa história e mostrando a carta", aponta.

No fim de 2013, a Câmara de Vitória aprovou a Lei nº 8.606, que estabeleceu a data no município. Fabíola explica que o dia também é marcado por ações pedagógicas e de educação ambiental. "O sonho foi realizado. Conseguimos a nossa lei. Todo ano, no dia 26 de julho, fazemos uma caminhada com toda a escola em direção ao manguezal", destaca.

E foi assim que o curta-metragem surgiu. Em 2019, um grupo de professores do projeto Narradores da Maré, na Ufes, conheceram o projeto no Cmei e fizeram a proposta de parceria para a realização de um filme de animação com os alunos.

"Nesse momento, se juntou a nós o Instituto Marlim Azul, que foi o responsável pela realização das oficinas com as crianças e, posteriormente, a parte de confecção da mídia propriamente dita", aponta. 

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 21 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/