Sexta, 21 Junho 2024

Exposição fotográfica aborda questões ligadas à decolonialidade

exposio_jovefagundes_FotoArlindo_Menezes Arlindo Menezes

A partir deste sábado (11), o Hub ES+, em frente à praça Costa Pereira, no Centro de Vitória, abrirá as portas para as pessoas que queiram visitar a exposição Fotografia, Intersecção e Subjetividade. A iniciativa é resultado do trabalho dos alunos do curso de Fotografia ministrado pelo fotógrafo Jove Fagundes, realizado por meio de uma parceria entre a Secretaria Estadual de Cultura (Secult), Secretaria Estadual da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti) e o Senac.

Arlindo Menezes

A exposição terá início às 17h30 e ficará aberta ao público até 1º de junho. São 11 fotos, que abordam temáticas como religião, política, gênero, representatividade, ancestralidade e etnias. Na abertura, haverá um coquetel. Em seguida, um bate-papo com Jove Fagundes e os oito alunos do curso, ministrado por ele ao longo de aproximadamente dois meses de estudo teórico-prático, tendo como público-alvo pessoas pretas e periféricas.

Decolonialidade

À coluna, Jove Fagundes afirmou que o trabalho foi feito explorando questões de decolonialidade, identidade, comunicação, psicologia e arte. "Esse processo permitiu aos estudantes desenvolver um olhar crítico e criativo sobre a prática fotográfica, transcendendo a mera manipulação da câmera", diz. A primeira etapa do curso foi realizada em seu estúdio e a segunda nas dependências do Hub ES+.

Zilda Aquino

Entre as pessoas retratadas pelos alunos do curso está Zilda de Aquino, a proprietária do famoso Bar da Zilda, no Centro de Vitória. O convite feito a ela para ser uma das modelos, explica Jove, é pelo fato de ela ser uma mulher que "exerce uma liderança de afetos". "Ela faz um colchão de afetos, conhece as pessoas, conhece pelo nome, e é uma figura bem centrada no cenário cultural capixaba. Mulher preta, retinta e poderosa nesse lugar", exalta.

Zilda Aquino II

Sarah Silva

A foto é bastante significativa, com Zilda segurando a Bíblia com uma bandeira LGBTQIA+ ao fundo. A Bíblia faz referência à fé de Zilda, que é evangélica da Assembleia de Deus. A bandeira, segundo Jove, ao fato de que o Bar da Zilda é um "quilombo urbano", que acolhe negros, periféricos e pessoas da comunidade LGBTQIA+. De fato, o Bar da Zilda é um espaço que acolhe a diversidade e, sua proprietária, uma prova de que é possível professar a fé cristã sem cometer violências em nome de um Cristo que nunca pregou o extermínio das pessoas que não se enquadram em um determinado padrão. A homenagem a ela é mais do que merecida.

Crônicas Visuais do Centro

Fernanda Hott

Também no Centro, no Espaço Thelema, acontece até 22 de junho, a exposição Crônicas Visuais do Centro, com obras em aquarela da artista independente Fernanda Hott. As obras são inspiradas por cenas do cotidiano do Centro de Vitória. A artista revela sua paixão pelo lugar ao retratar o patrimônio histórico, a vida comum, pessoas e momentos de celebração que exaltam a vida, a diversidade, a alegria e a simplicidade de viver no bairro.

Cerâmica pela Vida I

Redes Sociais

O Projeto Cerâmica pela Vida terá quatro edições especiais em prol das vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Os leilões das cerâmicas acontecerão nos dias 10 e 11, 17 e 18, 24 e 25 de maio e 31 de maio e 1º de junho. Os lances começam a ser dados sempre em uma sexta-feira e terminam no sábado, no Instagram do projeto. Todo o dinheiro arrecadado será destinado para a Conferência dos Frades Menores do Brasil e Cone Sul, que realiza ações de assistência às vítimas.

Cerâmica pela Vida II

Até o momento, são 50 peças por leilão, doadas por ceramistas de todo o Brasil. No entanto, o número pode aumentar, pois a organização ainda está aberta a novas doações. Os interessados em doar podem mandar mensagem via WhatsApp para (27) 99945-5128. O Cerâmica pela Vida foi criado em 2021, por um grupo de ceramistas para arrecadar fundos para a campanha Paz e Pão, da Arquidiocese de Vitória, que se destina a doar cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade social.

 Primeiro romance

Divulgação

A escritora Carla Guerson deu início à pré-venda de seu primeiro romance, intitulado Todo Mundo Tem Mãe, Catarina. O livro está à venda com 20% de desconto no site da editora Reformatório. A obra traz a história de Catarina, adolescente criada pela avó que convive com a falta desde cedo: de mãe, pai e história. Em meio às descobertas, temas como prostituição, religião, sexualidade e identidade perpassam a sua conturbada transição da infância para a vida adulta.

Mais pré-venda

O escrito Vander Costa também faz a pré-venda de seu novo livro, Cabritagens, Desassombros e Algumas Ternuras, de crônicas, que será lançado pela editora Cândida. A obra pode ser adquirida por R$ 50,00 pela Chave Pix 06954246700. O comprovante deve ser enviado para (27) 99233-6666. O lançamento está marcado para o dia 13 de junho, às 19h, no Triplex Vermelho, Centro de Vitória.

Raiar da Liberdade

Luan Volpato

Desde a abolição da escravidão, em 1888, é realizado em Cachoeiro do Itapemirim, sul do Estado, o Raiar da Liberdade. Com diversas atrações culturais, a festa acontece em diferentes pontos da cidade. No bairro Zumbi, o evento acontece nesta segunda-feira (13), no Centro Espírita São Jorge, comandado pela mestra Terezinha de Jesus de Oliveira Francisco, e no Centro Espírita Menino Jesus e Nossa Senhora Aparecida, sob o comando de Niecina Ferreira de Paula Silva, mais conhecida como dona Izolina, também mestra do Caxambu da Velha Rita. Ambos têm início às 18 horas.

Raiar da Liberdade II

Em 18 de maio, a festa acontece no Quilombo Monte Alegre, distrito de Pacotuba, a partir das 17 horas. Na comunidade quilombola, a programação contará com missa, roda de conversa, a tradicional distribuição de feijoada e grupos da cultura popular, como os de bate-flecha, folia de reis e caxambu. No dia 25 de maio, o Raiar da Liberdade será realizado na comunidade de Vargem Alegre, distrito de São Vicente, a partir das 16 horas, também com mesa de debate, missa afro-brasileira, apresentações dos grupos e feijoada comunitária.

Até  a próxima coluna!

E-mail:

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 21 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/