Sexta, 17 Setembro 2021

Filmes capixabas entram em exibição em plataforma online internacional

ticumbi_canto_para_a_liberdade Orlando Bomfim Netto

A plataforma norte-americana Cinelimite, dedicada a divulgar o cinema brasileiro nos Estados Unidos, realiza nos próximos 30 dias uma mostra especial gratuita online dedicada a filmes produzidos no Espírito Santo.

A programação entrou no ar na última terça-feira (20), com curadoria de Vitor Graize, O mundo visto e sonhado – Uma coleção de filmes do Espírito Santo (The World Seen and Dreamt: A Collection of Films from Espírito Santo), e traz nove obras de curta-metragem, que vão desde produções contemporâneas até filmes históricos e raridades, com um catálogo que abarca praticamente um século de cinema capixaba. Tudo pode ser assistido em https://www.cinelimite.com, sem necessidade de cadastro.

A obra mais antiga presente é Cenas de família (1926), do lendário Ludovico Persici, pioneiro do cinema no Espírito Santo e um dos primeiros cineastas do Brasil, além de ter sido inventor de tecnologias associadas ao cinema. O filme faz parte do acervo do Arquivo Público do Espírito Santo. Outra raridade que compõe a mostra é Cirurgia do coração no Espírito Santo (1967), de Ramon Alvarado, um documentário cujo título é realmente literal e foi recentemente digitalizado pela produtora Pique-Bandeira Filmes, realizadora da mostra, tendo agora sua primeira exibição em formato digital.

Cena de Tutti tutti buona gente, propriamente buona (1975), de Orlando Bomfim Netto

Do mesmo ano de 1967 está Kaput, do jornalista e cineasta Paulo Torre, considerado um filme revolucionário para sua época, em plena ditadura militar, por mostrar de forma direta a organização de jovens em oposição política ao governo. Da mesma década e fechando uma tríade da geração do cinema amador capixaba, ainda está Ponto e Vírgula (1969), um filme experimental e perturbador dirigido por Luiz Tadeu Teixeira, depois do maior fechamento do regime com o AI-5, contando com atuação de Milson Henriques.

O documentarista Orlando Bomfim Netto, que também teve obras restauradas nos últimos anos pela Pique-Bandeira, participa da mostra com duas que retratam parte da diversidade cultural capixaba, marcante em sua obra. São elas Tutti tutti buona gente, propriamente buona (1975), sobre a migração italiana no Espírito Santo, mais especificamente em Santa Teresa, e Canto para a liberdade – A festa do Ticumbi (1978), sobre os tradicionais festejos afrodescendentes celebrados unicamente no norte capixaba.

Dando um salto para tempos mais próximos está A lenda de Proitner (1996), de Luiza Lubiana, um conto com contornos surrealistas que possui trilha sonora de Jaceguy Lins, um dos mais importantes nomes da música no Espírito Santo. Do século 21 estão duas obras: o clássico No princípio era o verbo (2005), de Virgínia Jorge, e Das águas que passam (2016), de Diego Zon, que acompanha o cotidiano de um pescador da vila de Regência, na foz do Rio Doce.

Além de filmes, o site ainda inclui artigos, entrevistas, e vídeo-ensaios, em inglês e português. Entre eles estarão um artigo do professor Erly Vieira Jr. sobre o cinema capixaba, outro da pesquisadora Kênia Freitas, sobre a produção cinematográfica da artista Castiel Vitorino, e uma entrevista com o cineasta Diego Zon, realizador de um dos filmes exibidos.

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários: 1

Thais Helena da silva leite em Terça, 04 Mai 2021 20:13

Excelente trabalho de todos os envolvidos! Quero dar os parabéns a Pique Bandeira Filmes que digitalizou alguns materiais e organizou a amostra.

Excelente trabalho de todos os envolvidos! Quero dar os parabéns a Pique Bandeira Filmes que digitalizou alguns materiais e organizou a amostra.
Visitante
Sexta, 17 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/