Terça, 24 Mai 2022

Inspirado em Bach, grupo capixaba lança Opereta do Café

opereta_cafe_foto_yasmin_carolino_politan_lab Yasmin Carolino/ Politan Lab

Uma pai que tenta proibir a filha de tomar café é o fio condutor da trama da Opereta do Café, que está no ar até o dia 25 de dezembro no YouTube da Portal Produtora Cultural. Musicalmente, a opereta foi inspirada na Cantata do Café, composta entre 1974 e 1975 por Johann Sebastian Bach, encomendada pelo dono de uma cafeteria alemã que queria popularizar a bebida entre as mulheres. A versão ganhou adaptação com falas e ambientação na realidade capixaba, além das partes cantadas em alemão. Assista:

FOTOGRAFIA

 

Exposição fotográfica Terra Colidida

André Arçari

Terra Colidida é o nome da nova exposição do artista André Arçari, que fica até dia 15 de janeiro na Mosaico Fotogaleria, localizada na Mata da Praia, em Vitória. São 10 trabalhos fotográficos e um filme-ensaio com um olhar subjetivo e autobiográfico do autor em Jurama, distrito de Vila Valério, onde seu pai agricultor trabalhou com plantio e colheita de café. Em paralelo, o Centro Cultural Nice Avanza, em Linhares, também recebe exposição similar até 23 de dezembro, com ênfase nos trabalhos Terra Dura e Trabalhar Cansa, que junto com Terra Colidida, formam a Trilogia da Terra, de Arçari.

Intervenção artística em Alegre 

Divulgação

Já no município de Alegre, no sul do Estado, a fotografia serviu de suporte para a intervenção urbana da artista visual Mariana Antônio, que reuniu em formato de lambe imagens que retratam o cotidiano da cidade com um olhar poético. O projeto chamado [aqui estou] conversações sobre vistas luzes paisagens e a fotografia no dia a dia, teve início na Rua Padre Anchieta, no Centro de Alegre, onde as obras estão expostas. No próximo dia 14, às 20h, haverá uma live sobre o projeto no Instagram de Mariana, com participação do poeta e músico Aluízio Sueth e da artista visual Taynara Barreto.

CULTURA POPULAR

Congo e caxambu online

A temporada dos festejos de São Benedito, uma das maiores festas folclóricas e religiosas do Espírito Santo, teve início em dezembro. Diante da pandemia, algumas ações sao realizadas em formatos online e semipresencial para evitar aglomerações. Neste domingo (12), foi dada a largada das festividades na Serra, com a exibição de documentário sobre a cortada do mastro no YouTube da associação das bandas de congo do município.

Outra atração da cultura popular nas redes é o caxambu. O projeto Roda do Mês, que acontece presencialmente há alguns anos no quilombo de Monte Alegre, em Cachoeiro de Itapemirim, ganhou uma versão digital, com oito vídeos que reúnem depoimentos de mestras e mestres de jongo e caxambu do sul do Espírito Santo. As entrevistas estão sendo disponibilizadas diariamente no canal da Associação de Salvaguarda do Patrimônio Imaterial de Cachoeiro de Itapemirim até o dia 17 de dezembro. Confira abaixo o primeiro episódio.

LITERATURA

Editora Cousa lança novos livros

Pouco tempo depois de um de seus livros ganhar o mais importante prêmio da literatura brasileira, a Cousa continua lançamos novos produtos no mercado editorial. Escritor e professor de literatura da Ufes. Wilberth Salgueiro lança pela Cousa seu novo livro, Sonetos, que está em pré-venda no site da editora. O título já diz sobre o formato das obras poéticas contidas na publicação. É seu sexto livro de poemas, além de ter outros seis de crítica literária e um infantojuvenil.

Outro lançamento da editora é Cálida presença obra traduzida por escritor e pesquisador Wilson Coelho. De auditoria de Adys Cupull e Froilán González, a obra fala da história de Berta Gilda Infante, a Tita, militante comunista argentina que foi amiga e se correspondeu por carta durante anos com ninguém menos que o líder revolucionário Ernesto "Che" Guevara em diversos locais por onde passou na América Latina. O lançamento será dia 14, às 18h, no espaço Thelema, no Centro de Vitória.

MÚSICA

 

Capixabas recebem troféu de prêmio nacional de música

Divulgação

O evento musical capixaba Formemus conquistou o Prêmio Profissionais da Música, um dos mais importantes do setor no país, na categoria Feiras e Congressos de Música. 

O Formemus teve seu primeiro evento em 2018 e já realizou outras duas edições, promovendo paineis, debates, workshops, showcases e outras atividades, sob organização da MM Projetos Culturais, comandada pelos produtores Simone Marçal e Daniel Morelo. O prêmio foi anunciado em novembro em evento online mas o troféu só chegou nesta semana a terras capixabas.

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 24 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/