Domingo, 05 Dezembro 2021

Lei Chico Prego deve voltar este ano com R$ 1 milhão na Serra

estatua_chico_prego_munik_vieira_secom Munik Vieira/ Secom-PMS

POLÍTICA CULTURAL

Reformulada, lei de incentivo deve ser enviada à Câmara da Serra

Inativa desde 2016, a Lei Chico Prego, que fomenta projetos culturais na Serra, está na fase final de sua proposta de reformulação e, nas próximas semanas, será encaminhada para a Câmara Municipal para que os ajustes sejam apreciados pelos vereadores. A exemplo de outras leis, o novo texto deve acabar com o sistema de troca de bônus e prever o repasse diretor dos recursos, desburocratizando o processo. A previsão é que o edital saia este ano com o valor de R$ 1 milhão.

Ruínas de Queimado terão segunda fase de obras

Tunico da Vila gravou clipe em Queimado. Foto: Divulgação

Depois da conclusão e entrega das primeiras obras de restauro das ruínas da Igreja de São José de Queimado no ano passado, agora o local, também na Serra, que demarca o símbolo da principal revolta de negros escravizados no Espírito Santo, terá a segunda etapa de obras. Nela serão feitas a revitalização da área do cemitério, a entrega do centro de recepção turística, e obras para garantir a melhor acessibilidade do local. O investimento será na ordem de R$ 3,5 milhões, com conclusão da licitação em setembro e obras iniciadas ainda em 2021, segundo o secretário de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer, Thiago Carreiro, que também é vice-prefeito do município.

E falando em Queimado, foi lá que foi gravado o clipe do single Fogo no Racista, do sambista Tunico da Vila, junto com os rappers Djonga, um dos maiores nomes da atual cena nacional, e Mary Jane, integrante do grupo capixaba Melanina MCs. Música e clipe serão lançados pela Sony Music no dia 10 de setembro, à meia-noite. O cenário é histórico mas a música é bem contemporânea, retratando o clamor dos protestos de rua pelo Brasil contra o negacionismo diante da pandemia. O monumento em homenagem a Chico Prego, um dos líderes da revolta, em Serra Sede, também aparece no clipe. O link do pré-save está aqui. O vídeo estará disponível também no YouTube de Tunico, junto com outros de seus clipes.

Vitória lança editais da Lei Aldir Blanc 

O município de Vitória lançou nessa sexta-feira (3) os editais de fomento cultural com recursos federais da Lei Aldir Blanc. Serão R$ 988 mil para Produção de Audiovisual; Festival de Apresentações das Escolas de Samba de Vitória; Apresentações Musicais; Teatro, Dança e Atividades Circenses; Intervenção Artístico-Urbana; e Concepção, Construção e Instalação de Monumento ao Ofício das Paneleiras. Além disso, estão abertas até dia 9 de setembro o cadastro de espaços culturais que tiveram suas atividades paralisadas em decorrência da pandemia para recebimento de auxílio emergencial previsto na mesma lei. Todos editais podem ser acessados aqui. A capital capixaba foi um dos municípios brasileiros que teve maior sobra de recursos da Lei Aldir Blanc não aplicados no ano passado, que puderam ser investidos este ano após trâmites legislativos.

 

Monumento às paneleiras causa polêmica

Iphan

A destinação de R$ 100 mil para a construção de um monumento em homenagem às Paneleiras de Goiabeiras surpreendeu o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Conforme noticiado nesta semana, o ofício das paneleiras foi revalidado nacionalmente como Patrimônio Cultural do Brasil na última terça-feira (31) pelo Instituto. Os conselheiros que representam o Iphan no Conselho Municipal de Políticas Culturais chegaram a questionar a Secretaria Municipal de Cultura (Semc) se seria essa a melhor iniciativa para beneficiar as próprias detentoras do saber, que são as paneleiras. Isso porque o impacto da pandemia foi drástico para elas, representando grande deterioração na qualidade de vida, segundo análise do Iphan.

A redução significativa do número de visitantes ao Galpão afetou muito a renda e provocou um recuo histórico na produção das panelas, sendo que algumas voltaram a produzir o bem em meio a seus quintais, devido à dificuldade de acesso a recursos de primeira necessidade. Chamou a atenção dos conselheiros a falta de consulta pública às detentoras sobre a pertinência da ação. Eles sugeriram que o recurso pudesse ser investido em ações como oficinas que tivessem as próprias paneleiras como protagonistas, medidas que melhorassem a infraestrutura do galpão ou ações de apoio à comercialização das panelas. Mas foi mantido o edital para o monumento, que deve ser instalado na Avenida Fernando Ferrari ou Avenida Adalberto Simão Nader.

ESPAÇOS CULTURAIS

Governo prepara criação do Sistema Estadual de Espaços Culturais

Tramita na Secult a criação de um Sistema Estadual de Espaços Culturais, que vai reunir centros culturais públicos e privados. Um dos objetivos está articulá-los em rede e proporcionar maior circulação dos ativos culturais entre eles, além de promover formação e capacitação dos gestores desses locais em questões como produção, programação, curadoria e gestão. Outra proposta é proporcionar que tenham acesso a kits de equipamentos para transmissão e realização de eventos de forma híbrida, uma tendência para os tempos de abertura durante e depois da pandemia.

Secult contrata projeto para reforma do antigo Arquivo Público

Divulgação/Secult

A antiga sede do Arquivo Público, localizada na Cidade Alta, no Centro de Vitória, será reformada para dar lugar à nova Galeria Homero Massena, hoje localizada justamente em frente ao local. A ordem de serviço para elaboração do projeto de reforma e restauro do edifício, que se encontrava há anos desocupado, foi assinada na última terça-feira com a empresa Izabel Souki Engenharia e Projetos. O contrato prevê reforma e restauro, acessibilidade, projeto estrutural e adaptação da arquitetura do espaço para comportar café, espaço de arte-educação, reserva técnica e o espaço expositivo, além de projetar as necessidades hidráulicas e elétricas.

Aliás, a Galeria Homero Massena, em seu atual edifício, é um dos locais que estará aberto para visitações durante o feriadão. A Secult divulgou a lista de opções aqui

Novo centro cultural de Guarapari tem local definido 

O Sinestesia - Criatividade Coletiva assinou nesta semana o contrato do local onde funcionará o Centro Cultural Casa Sinestésica (CCCS), que será um novo espaço para arte e cultura no município de Guarapari, que vai contar com sala multimídia para reuniões de coletivos, profissionais e artistas, espaço para colab e coworking, além de área para shows e eventos em pleno Centro de Guarapari, na Avenida Davino Mattos. A proposta é contar com programação semanal e um calendário mensal de ações culturais com oficinas, cursos e outras atividades que apoiem artistas e pequenos empreendedores para gerarem sustentabilidade a suas carreiras.

Diante do desafio, o coletivo fundou a Associação Sinestesia- Criatividade Coletiva, que teve sua assembleia de fundação e eleição da diretoria no último dia 29. Agora a busca é por parceiros que possam contribuir com recursos que permitam garantir a sustentabilidade do projeto a longo prazo. Além de patrocinadores, o local também busca apoio de voluntários para a estruturação do espaço, sendo que serão realizados mutirões em breve. Mais informações no Instagram do Sinestesia.

LANÇAMENTO

Webdoc mostra diversidade e sonhos em bairros da Serra 

Outro espaço, já consolidado, o Centro Cultural Eliziário Rangel (CCER), da Serra, apresentou a temporada completa de seu primeiro webdoc, chamado Nós Importa. Dividida em seis capítulos, a websérie entrevista moradores dos bairros de São Diogo e Novo Horizonte, no entorno do Eliziário, tratando de temas diversos como homens, mulheres, trabalhadores, negritude, LGBTQIA+ e também dos sonhos dos jovens do entorno. Os episódios podem ser assistidos pelo YouTube e outras redes sociais do CCER. Abaixo, o primeiro deles:

Carlos Papel comemora 55 anos de carreira com show no Teatro Glória

Um dos grandes expoentes contemporâneos da música feita no Espírito Santo, o cantor e compositor Carlos Papel realiza no próximo dia 10 de setembro, às 19h30, o show que celebra seus 55 anos de carreira e marca o lançamento físico do Songbook que reúne sua trajetória musical, que será apresentada neste dia no palco do Teatro Glória, no Centro de Vitória. O show marca a retomada do projeto Cena Musical, do Sesc Glória, com público limitado e medidas especiais devido à pandemia. O valor da entrada é R$ 30 (inteira)

Divulgação

FORMAÇÃO

Oficina aborda Teatro Experimental do Negro 

A atriz Suely Bispo realiza online a oficina Teatro, Consciência e Negritude, que busca trazer referências importantes como a experiência do Teatro Experimental do Negro, criado na década de 1940 por Abdias do Nascimento e vigente até hoje. As atividades ocorrem às segundas-feiras, das 19h30 às 21h, entre os meses de setembro e novembro, com encerramento na semana do 20 de Novembro, o Dia Nacional da Consciência Negra. As inscrições podem ser feitas aqui.

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários: 1

astolfo em Quarta, 17 Novembro 2021 17:49

quem é o autor dessa lei municipal ? muito boa.

quem é o autor dessa lei municipal ? muito boa.
Visitante
Domingo, 05 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/