Dólar Comercial: R$ 5,27 • Euro: R$ 6,40
Sábado, 15 Mai 2021

Março de teatro com o Festival em Má Companhia

cinzas_de_um_carnaval_divulgacao Divulgação/ Cinzas de um carnaval

Criada como sede dos grupos Repertório Artes Cênicas e Cia. e Grupo Z de Teatro, a casa Má Companhia, no Centro de Vitória, se firmou como espaço importante para a produção, reflexão e difusão teatral no Espírito Santo. Entre as atrações ao longo dos anos, estiveram as mostras teatrais, que voltam com força neste mês de março, agora em versão online. O Festival Em Má Companhia acontece de 6 a 28 deste mês, reunindo a 5ª Mostra OFF de Teatro de Grupo, a Mostra Casa Vermelha, três mesas temáticas (Mesas OFF) e uma conferência. Toda programação é gratuita e será transmitida pelo YouTube e Instagram da Má Companhia.

Documentário mostra desafio das mulheres no mundo da música

Neste 8 de março, Dia Internacional da Mulher, estreia o documentário "#Mulherex: O Que Elas Estão Pensando?", dirigido pela cantora e compositora linharense Bella Nogueira. Nele, quatro artistas contam sobre os desafio das mulheres na música, com imagens e entrevistas gravadas no Estúdio Bravo, em Vitória. Participam como entrevistadas a tecladista Thaysa Pizzolato, a rapper Afronta MC, a cantora e compositora Thainá Lopez e a própria Bella Nogueira, também cantora e compositora. O vídeo estreia às 14h, no canal Explicanção no YouTube.

Bella Nogueira. Foto: Divulgação
Afronta MC. Foto: Divulgação
Thainá Lopez. Foto: Divulgação
Thaysa Pizzolato. Foto: Divulgação

Websérie conta história do Bekoo das Pretas 

Festa icônica de cultura negra no Espírito Santo, o Bekoo das Pretas ganhou uma websérie relembrando sua trajetória, influências e importância, com imagens e depoimentos de suas protagonistas, sobretudo mulheres negras. "Bekoo das Pretas Made by Queens" terá sete episódios, sendo dois deles já disponíveis online. Assista ao primeiro abaixo. Alerta de gatilho: para quem curtia os eventos, suspensos durante a pandemia, vai bater saudades.

Maria Laurinda Adão estreia projeto Cachoeiro de Memórias

Também na próxima segunda-feira e na esteira da celebração do dia 8, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Cachoeiro de Itapemirim (Semcult) publica em seu canal no YouTube, a partir das 16h, uma entrevista da mestra da cultura popular cachoeirense Maria Laurinda Adão. Da comunidade quilombola de Monte Alegre, ela é uma personagem marcante: parteira, coveira, líder comunitária e mestra do Caxambu Santa Cruz, um dos mais conhecidos do Estado. Publicado em data especial devido ao Dia Internacional da Mulher, a entrevista faz parte do projeto Cachoeiro de Memórias, que a partir das semanas seguintes publica toda quinta-feira vídeos de entrevistas com personalidades do município e informações sobre centros culturais, turismo e atividades artísticas e culturais da cidade.

Luan Volpato

Saraus homenageiam mulheres negras

O Sarau Palmarino, realizado mensalmente e com versão online durante a pandemia, terá uma edição especial em março, na qual vai homenagear, ou melhor, "mulheragear" mulheres negras, como a vereadora carioca Marielle Franco, cujo assassinato completa três anos este mês, ainda sem respostas das autoridades. Além dela, o evento vai fazer referência à Dona Penha, mãe do ativista Lula Rocha, um dos idealizadores do Sarau, que faleceu no último mês. Atuante politicamente desde os anos 80, ela participa de entidades como a Pastoral Operária e a Associação de Moradores de Santana, bairro de Cariacica. Tradicionalmente realizado no Bar da Zilda, no Centro de Vitória, o Sarau Palmarino vem acontecendo ao vivo pelo Instagram do Círculo Palmarino ES, e esta edição abre a programação da Jornada de Lutas Pela Vida das Mulheres. Será no sábado (6), às 15h.

Já o Sarau da Barão, com quase seis anos de história, na última quinta-feira (4) rendeu tributo à atriz poetisa capixaba Suely Bispo. Com título "Uma noite para Suely", a última edição do evento, também mensal e online durante a pandemia, ficou registrada no Instagram Coisas de Ruth:

Livro de Bernadette Lyra terá versão em áudio

Obra que contém uma seleção de crônicas sobre Vitória escritas por Bernadette Lyra, o livro "Guananira" vai ser disponibilizado em breve em dois novos formatos: audiolivro e ebook. O projeto para aumentar a acessibilidade à obra é realizado pela Editora Maré, com recursos da Lei Aldir Blanc. As crônicas do audiolivro terão interpretação por meio das vozes das atrizes Carolina Lopes, Luciene Camargo e Ingrid Carrafa.

Luara Monteiro

Videoclipe traz imagens e esperança diante da pandemia

"Esse grito-canção" é o nome da música composta por Gilson Soares e Élcio Bortolon, lançada nesta semana junto com videoclipe e interpretação de Marcos Côco no canal do Clube Capixaba do Vinil. Uma música que reflete muito do momento da pandemia. O clipe traz diversas imagens incluindo personagens que se destacaram nos últimos meses no Espírito Santo e no Brasil, como o violonista Elias Belmiro, a epidemologista Ethel Maciel e a médica Margareth Dalcolmo, os padres Kelder e Júlio Lancelotti, além de imagens de opressão, resistência e solidariedade. Assista abaixo:

Três artistas capixabas serão selecionados para a TendaLab

Artistas ou bandas com no máximo quatro integrantes, de qualquer gênero ou estilo musical, podem participar da seleção para o projeto TendaLab, no qual gravarão vídeo de apresentação de até 40 minutos na cidade de Vitória. Cada show receberá cachê de R$ 3 mil. As inscrições e mais informações estão disponíveis até 12 de março, em formulário online. O resultado do evento será exibido de 26 a 28 de março, pelo YouTube da Galpão Produções Artísticas e Culturais.

Outro evento que seleciona músicos é o Festival Rota Instrumental, com inscrições até 10 de março e cachê de R$ 1 mil para cada uma das 10 propostas selecionadas, que devem ser apresentações de música instrumental com duração entre 20 e 60 minutos. O evento acontece de 25 a 27 de março.

'Cultura em Colapso' debate crise no setor 

Uma série de debates será realizada entre os dias 6 e 15 de abril, com o provocativo nome de "Cultura em Colapso", para discutir as dificuldades do setor cultural diante da crise política, econômica e sanitária que o Brasil enfrenta. Além das atividades realizadas online, o evento terá uma publicação digital colaborativa realizada pela Editora Cousa, com diversas linguagens para refletir sobre temas relacionados. Serão selecionados 10 conteúdos escritos e 10 conteúdos com imagens. Os interessados podem se inscrever neste link.

Oficina sobre gestão de projetos culturais 

De 24 a 28 de março, acontece o Moinho das Artes Festival, também em formato online. Entre as atrações está a Oficina de Elaboração e Gestão de Projetos Culturais, ministrada por Ludmila Porto e Luana Eva. Realizado pela plataforma Zoom, com carga horária total de 9 horas, a oficina tem 30 vagas disponíveis e as inscrições podem ser realizadas gratuitamente pela internet. A programação geral do festival será transmitido pelo canal da Ratimbum Produções no YouTube.

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 15 Mai 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/