Terça, 21 Mai 2024

​Morre o músico Alexandre Lima, ex-vocalista da banda Manimal

alexandre_lima_FotoRedesSociais Redes Sociais

Após 10 anos em coma, sendo tratado em casa por familiares, faleceu na madrugada desta quinta-feira (28) o músico Alexandre Lima, que fez história na música capixaba nas bandas Manimal e Radio Experienza além de ter atuado como secretário municipal de Cultura em Vitória, na primeira gestão do prefeito Luciano Rezende (Cidadania). O velório, aberto ao público, será das 10h às 17h, no Palácio Sônia Cabral, Centro de Vitória. O sepultamento será no cemitério Parque da Paz, restrito aos familiares.

Redes Sociais

O irmão de Alexandre e um de seus parceiros na banda Maninal, Amaro Lima, publicou em suas redes sociais um agradecimento a todos que auxiliaram sua família nos 10 anos em que Alexandre entrou em coma e fez uma homenagem ao músico. "Meu irmão, Deus te chamou, mas o barco do amor que você fez continua a navegar. Um dia a gente se encontra novamente pra trocar aquela de sempre. Obrigado por tudo, vá em paz", disse.

O governador Renato Casagrande (PSB) também se pronunciou em suas redes sociais. "Descansou o grande músico Alexandre Lima. Com seu talento e carisma, levou a cultura capixaba a diversos palcos do Brasil e do mundo. Sua trajetória inspira novas gerações. Deixo meu abraço de conforto na família e amigos nesse momento de despedida", disse.

O secretário estadual de Cultura, Fabrício Noronha, afirmou que Alexandre Lima "deixa um legado de luta e dedicação à nossa cultura". "É um momento de dor, descanso e também de celebrarmos e revisitarmos uma trajetória tão importante e intensa. Alex acabou se tornando um dos nossos artistas mais respeitados aqui e fora do Brasil. Sua partida deixa uma lacuna irreparável em nossa comunidade artística", lamentou.

O gestor acrescentou que, "neste momento de dor, expressamos nossos mais sinceros sentimentos à família e aos amigos de Alexandre Lima, e nos solidarizamos com todos aqueles que foram tocados por sua arte e presença. Que sua música e sua memória permaneçam vivas em nossos corações".

Alexandre, que faria 55 anos no dia 23 de abril, estava em coma desde dezembro de 2023, quando passou por uma cirurgia para tratar um aneurisma na aorta. Contudo, ele teve uma parada cardiorrespiratória, ficando sem oxigenação durante algum tempo. O músico, então, passou a ser cuidado pela sua família em casa, que por anos fez ações para arrecadação de dinheiro para seu tratamento. Uma dessas iniciativas foi a produção e venda da lata Vivalex, feitas por sua mãe com as latas da dieta que ele usava durante o ano. 

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 21 Mai 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/