Domingo, 26 Junho 2022

Novo Conselho Estadual de Cultura será eleito nos próximos dias

secult_conselho_cec_divulgacao Secult

Na próxima quinta-feira (13), a reunião do Conselho Estadual de Cultura (CEC) apresentará o resultado do processo eleitoral que define os representantes dos diversos setores artísticos e culturais do Espírito Santo no órgão que promove diálogo e proposição de políticas da sociedade civil junto ao governo estadual. Devido à pandemia, as diversas entidades representantes dos segmentos e das regiões capixabas se reúnem de forma online para definir os nomes de titulares e suplentes encaminhados à Secretaria de Estado da Cultura (Secult). Com posse prevista entre 20 de agosto e 3 de setembro, a nova formação colocará fim à atual gestão, com mandato já vencido desde o ano passado. A reunião do CEC no dia 13 começa às 14h e terá transmissão pelo YouTube e Facebook da Secult. Em pauta também estará a Lei Aldir Blanc e suas ferramentas de participação social, entre outros temas.

Secult

Cariacica aprova Plano Municipal de Cultura

Na segunda-feira (3), a Câmara Municipal de Cariacica aprovou de forma unânime o Plano Municipal de Cultura. Assim, no embalo da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, Cariacica entra no seleto hall dos municípios capixabas com o chamado "CPF da cultura" completo: conselho e fundo de cultura ativos e plano de cultura aprovado. O Plano Municipal apresenta um planejamento e metas para a política cultural do município para os próximos 10 anos (2020-2030)

Contos capixabas no Sesc 

A contadora de histórias Dalisa Campos Miranda, de Vila Velha, apresenta neste sábado (8), ao meio-dia, seu espetáculo "Contos Capixabas Encantados", que reúne as histórias, lendas e personagens que compõem o imaginário mágico do Espírito Santo. A apresentação faz parte da programação do Sesc de São Paulo, com transmissão pelo Instagram e YouTube. Enquanto isso, o Sesc do Espírito Santo segue sem atividades culturais e o aviso de que o Sesc Glória, que demitiu toda sua equipe cultural, não voltará a abrir as portas este ano.

Vila Velha inaugura Estação Cidadania 

Parceira da Prefeitura Municipal de Vila Velha (PMVV) com o governo federal, a Estação Cidadania Gênis Rodrigues Pereira foi entregue nesta sexta-feira (7) no bairro Ilha das Flores, em cerimônia transmitida ao vivo pelas redes sociais da PMVV. Com 10 mil metros quadrados, o espaço abriga o Centro de Referência de Assistência Social (Cras), quadra poliesportiva coberta com arquibancada, teatro, cinema, biblioteca, salas multiuso, pista de skate, quadra de areia e local para caminhada. O equipamento público começará a funcionar depois do fim do decreto de isolamento com objetivo de atender a 17 bairros da Região 3 de Vila Velha. O investimento foi de quase R$ 1,5 milhão, dividido entre recursos municipais e federais.
PMVV

Pinturas de Homero Massena descobertas

As obras de restauração do Museu Homero Massena, na Prainha de Vila Velha, revela algumas surpresas. Por trás das camadas de tinta nas paredes da casa que pertenceu ao pintor estão algumas de suas pinturas com figuras florais e outros desenhos imitando ladrinhos, que foram encontrados no banheiro e na cozinha da casa pelos restauradores que estão trabalhando na obra. Homero Massena foi viver no local em 1951, quando tinha 66 anos de idade. Nascido em Minas Gerais, o pintor viveu grande parte de sua infância em Vila Velha e consagrou-se como um dos mais importantes artistas plásticos do Espírito Santo. O acervo do Museu Homero Massena possui 2170 peças, desde pintura a documentos, recortes de jornais, objetos pessoais e mobiliário que pertenceram ao artista.
Fabricio Lima

Livro com cerveja 

O escritor Marciel Cordeiro lançou uma estratégia inusitada para vender seu livro Caminho para Texas no Dia dos Pais. A promoção é que quem comprar a obra por R$ 30, com frete incluso, concorre a um pack de cerveja. Mas a participação no sorteio do "kit cerveja" está limitada aos 25 primeiros que comprarem a obra. Lançado no ano passado reunindo 33 contos curtos repletos de humor e sarcasmo e uma linguagem coloquial, o livro relata histórias comuns e/ou curiosas inspiradas em suas andanças por Bahia, Espírito Santo e outros estados.

O Carmélia revive? 

Divulgação
O Conselho Municipal de Política Cultural de Vitória publicou uma carta pública sobre o Centro Cultural Carmélia Maria de Souza, ameaçado de ser utilizado como armazém para grãos. A entidade criticou a decisão do governo federal, proprietário do imóvel, e também questionou a omissão da prefeitura e governo estadual durante anos, mas convocou todos para se somarem a uma luta coletivo para manter o espaço para a cultura."Diante desse cenário de desmonte do patrimônio histórico e cultural imposto pelo governo federal, a partir de decisões autoritárias e tomadas sem qualquer tipo de consulta pública - a exemplo do que hoje ocorre em relação ao Centro Cultural Carmélia Maria de Souza -, o Conselho Municipal de Política Cultural de Vitória vem a público solicitar o apoio do governo do Estado, da Prefeitura de Vitória, da Câmara Municipal de Vitória, dos fazedores de cultura e da sociedade capixaba, com vistas à união de forças em defesa da manutenção do Centro Cultural Carmélia de Souza como polo cultural da Capital capixaba", diz a nota, que também defendeu a permanência da TVE no espaço.

Também está rolando um abaixo assinado sobre o Carmélia neste link.

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 26 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/