Sexta, 12 Julho 2024

‘Samba Que Eu Quero Ver’ aquece o pré-carnaval no Centro de Vitória

arlindinho_FotoDivulgacao Divulgação

Nos últimos anos o carnaval do Centro de Vitória tem deixado a desejar por causa da falta de investimento em infraestrutura por parte da gestão de Lorenzo Pazolini (Republicanos). Porém, este ano pelo menos o aquecimento parece que vai ser bem badalado, mas não é por iniciativa da prefeitura não. É que a Lúdica Audiovisual irá realizar, de 16 a 20 de janeiro, a segunda edição da Mostra Cultural Bamba Capixaba – Samba Que Eu Quero Ver, no Centro.

Divulgação

A programação, totalmente gratuita, traz apresentações de altíssima qualidade, como o pagodeiro Arlindinho e o tradicional bloco carioca Cacique de Ramos, que, pela primeira vez, desembarca em terras capixabas. Levando em consideração todas as atrações, que englobam, ainda, exibição de filmes, oficinas, exposições, homenagens, rodas de conversa e palestras, e o sucesso da primeira edição, em 2022, parece ter tudo para ser um ótimo momento de preparação para o carnaval do Centro de Vitória.

Números

Serão mais de 40 horas de evento, 3 oficinas, 2 rodas de conversa, 4 sessões de cinema totalizando 11 filmes, 12 shows, além de palestra e exposição artística, tudo gratuito. O samba também será celebrado por meio de homenagens às pontes e conexões que essa expressão artística estabelece, unindo a academia à cultura popular.

Homenageados

Divulgação

A coordenadora de Projetos da Associação Grupo Orgulho Liberdade e Dignidade (Gold), Déborah Sabará, a primeira mulher trans a ocupar o posto de porta bandeira do carnaval capixaba, será uma das homenageadas da Mostra. O outro homenageado será o escritor, compositor e sambista Nei Lopes, que tem músicas gravadas por artistas como Alcione, Beth Carvalho e Clara Nunes. As homenagens serão no dia 19, às 20h, na praça Getúlio Vargas.

Atrações musicais

Nei Lopes também será uma das atrações musicais. Após às homenagens ele sobe ao palco com Dos Santos e Kleber Simpatia. Também na Praça Getúlio Vargas acontecerão todas as outras apresentações musicais, como Cacique de Ramos, no dia 19, às 22h30; e Arlindinho, dia 20, às 18h, encerrando o evento.

Atrações musicais II

Divulgação

Os sambistas capixabas também irão abrilhantar a Mostra. Entre as atrações do Espírito Santo estão a talentosíssima Elaine Augusta, Juana Zanchetta e Sol Pessoa, que no dia 20 de janeiro, às 14h, farão um show de samba raiz, pagode e partido alto. Será uma homenagem às grandes mulheres do samba, com um repertório que irá contemplar artistas como Alcione, Beth Carvalho, Dona Ivone Lara, Elza Soares, Jovelina Pérola Negra, Leci Brandão e Clara Nunes.

Mulheres do Quilombo

As mulheres também terão destaque com o lançamento do documentário "Mulheres de Quilombo", no dia 17 de janeiro, às 18h, no HubES+, no Centro de Vitória, em frente à praça Costa Pereira. O documentário é uma produção dos alunos da oficina de audiovisual da primeira edição do evento. A oficina foi conduzida por Felipe Amarelo, fotógrafo e músico, que compartilhou técnicas de cobertura audiovisual. Os alunos foram os responsáveis por toda a produção do documentário, desde a captação de imagens até a edição final.

Mulheres do Quilombo II

O documentário mergulha nos bastidores do Carnaval Capixaba, destacando a vivência e o protagonismo feminino. Ao contar histórias autênticas e muitas vezes desconhecidas, 'Mulheres do Quilombo' lança luz sobre as trajetórias das mulheres que desempenham papéis fundamentais nos desfiles e na preservação da rica tradição cultural.

Oficina para crianças e adolescentes

A programação da Mostra também contempla o público infanto juvenil, com a realização da oficina de bateria de escola de samba para crianças e adolescentes de 7 a 14 anos. Mas quem quiser se inscrever tem que andar rápido, pois as inscrições terminam na próxima segunda-feira (8) e podem ser feitas no site. A oficina será no dia 20, das 10h às 12h, na praça Costa Pereira, e vai trabalhar a percepção do ritmo, identificação dos instrumentos musicais e formação de uma minibateria.

Oficina para crianças e adolescentes II

O objetivo da oficina de bateria de escola de samba para crianças e adolescentes é fortalecer a herança do samba nas novas gerações, consolidando ainda mais o ritmo que ecoa nas ruas e morros capixabas. A ação será conduzida pelo músico Glaydson Santos, produtor responsável pela gravação dos CDs e DVDs dos sambas-enredo de Vitória desde 2003. Atual mestre de Bateria da Unidos de Jucutuquara, ele ainda atua na educação infantil como professor de matemática.

Exposição

Divulgação

A segunda edição da Mostra contará também com a exposição artística 'Correria', do artista visual e historiador JV Abreu. A abertura oficial da exposição acontece no dia 18 de janeiro, às 18h, no Hub ES+, na Praça Costa Pereira, no centro de Vitória. A exposição oferece uma reflexão sobre as identidades afro-capixabas, destacando a influência das culturas, estéticas e atividades do cotidiano nas cidades e comunidades. Pensando na História e Arte como ferramentas de formação positiva das identidades negras, Correria apresenta obras que dialogam desde referências do Antigo Egito até elementos contemporâneos da moda periférica.

Título

O título da exposição de JV Abreu faz referência à trajetória do expositor, que além de Artista Visual é graduando em História pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Ele acredita na arte como uma ponte para acesso à informação, cultura e memória no contexto das lutas sociais cotidianas. Sua abordagem eclética incorpora diversas técnicas, como colagens, bordados e pinturas, para comunicar suas referências teóricas e artísticas.

Até a próxima coluna!

E-mail:


Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 12 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/