Sexta, 21 Junho 2024

Sarau da Barão comemora nove anos com oficinas literárias gratuitas

ruth_FotoDivulgacao Divulgação

Para comemorar os nove anos do Sarau da Barão, que acontece toda primeira quinta-feira do mês na rua Barão de Monjardim, no Centro de Vitória, a produtora cultural Ruth Rangel (Foto) realizará o projeto Sarau da Barão - Território Literário, na Casa Porto das Artes Plásticas, também no Centro. O evento contará com oficinas literárias gratuitas durante o mês de junho, aos sábados, das 14h às 17h. As inscrições podem ser feitas neste link.

Divulgação

As oficinas a serem realizadas são as de Produção de Livros, com Gabriel Nascimento, em 1º de junho; Contação de Histórias, com Claudia Maria de Oliveira Pereira, no dia 8; Fanfic, com Juane Vaillant, no dia 15; e Música e Literatura, com José Roberto Santos Neves, no dia 29. Todas serão seguidas de rodas de conversas com temas complementares às atividades que serão conduzidas pelos convidados.

Edição especial

Além das oficinas, a programação de aniversário contará com uma edição especial do Sarau no dia 4 de julho, na Rua Barão de Monjardim, com a tradicional declamação de poemas e outros textos literários. Também haverá apresentações musicais, troca e doação de livros e uma feira de produtos culturais de diversos artistas capixabas.

Fonte de inspiração

Ruth explica que a escolha da temática das oficinas se deu porque nos nove anos de existência do Sarau da Barão, a produção escrita sempre aparece, trazida por participantes que têm o desejo de tornarem-se escritores e que procuram o evento como fonte de inspiração, troca de experiências e aprendizagem. De fato, o Sarau se consolidou como um espaço de referência na literatura capixaba, sendo uma escola para muitos escritores, um incentivo à formação de novos leitores e uma vitrine para autores, já que muitos lançaram por lá seus livros.

Cores da Mãe Terra

Divulgação

Por falar em oficinas, a Kaa Cuidados da Terra dará início ao II Ciclo de Oficinas de Artes Naturais – Cores da Mãe Terra, cujas inscrições, gratuitas, podem ser feitas neste link. Serão oferecidas as oficinas Mão no Barro, no dia 8 de junho; Colorindo Com a Terra, em 22 de junho; Tingimento Natural, em 6 de julho; e Colagem Botânica, no dia 13 de julho. Serão realizadas em um sábado pela manhã, no Babado Bar, em Goiabeiras.

Cores da Mãe Terra II

O projeto é voltado para mulheres e busca estimular a criatividade e as produções artísticas a partir de conhecimentos ancestrais e elementos naturais. Cada oficina tem 18 vagas, com reserva para mulheres negras, da comunidade LGBTQIA+, indígenas, mães solo, mulheres com deficiência e moradoras da região da Grande Goiabeiras.

Cine Thelema

Divulgação

O Espaço Cultural Thelema, no Centro de Vitória, local de muita música, literatura e exposições artísticas, agora se destaca também como incentivador do audiovisual por meio do Cine Thelema, um cineclube que acontecerá uma vez por mês, sempre em uma quarta-feira. A iniciativa vem consolidar o desejo do espaço de atuar no ramo, tanto que este ano já foi feita uma sessão do Cine Colorado, com a exibição do documentário Antônia, e depois a Mostra de Direitos Humanos, por meio de edital do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania.

Almoço italiano 

Divulgação

Já estão à venda os pratos para o almoço do "Festival da Cultura Italiana: Tudo Começou Aqui, Noi Siamo La Storia", evento gratuito que acontecerá na Praça do Papa, em Vitória, de 31 de maio a 2 de junho. O Festival faz parte dos 150 anos da imigração italiana no Brasil. A compra do prato, que será servido em um almoço tipicamente italiano a ser realizado no último dia do evento, pode ser feita neste link.

Almoço italiano II

Divulgação

O almoço será feito por dois chefes de Cozinha, Luca Lunard e Renata Helker. Entre as opções então risotto alla mantovana, arroz temperado com linguiça desfiada, carne de porco, queijo parmigiano reggiano ralado, macarrão, polenta, molhos à bolonhesa e linguiça de porco frita.

Fotografia em Linhares

A exposição Quando fecho os olhos vejo mais perto está aberta ao público até 22 de junho, na Praça 22 de Agosto, no Centro de Linhares, norte do Espírito Santo. A iniciativa traz o trabalho de um coletivo de 12 fotógrafos cegos e conta com 32 fotografias. É fruto de oficinas realizadas pela Escola de Fotógrafos Cegos, projeto desenvolvido pela Associação Sociedade Cultura e Arte (Soca Brasil). Esse trabalho foi exibido ao público, pela primeira vez, entre maio e junho de 2023, no Parque Moscoso, em Vitória.

Acessibilidade

A estrutura montada para receber os visitantes na exposição contará com recursos de acessibilidade. Cada fotografia terá uma plaqueta com um QR code que direciona para as audiodescrições da obra, recurso de acessibilidade para pessoas cegas.

Fotografia em Guaçuí

Julio Costa

A exposição Janelas da Cidade: Guaçuí Cores e Vidas, reunindo 20 obras do fotógrafo Júlio Costa, em tamanho 45x30 centímetros, está aberta até 29 de maio na Galeria Zélia Viana de Aguiar, no Teatro Municipal Fernando Torres, em Guaçuí. A exposição tem como temática o cotidiano dessa cidade e é fruto de um experimento no qual o fotógrafo capturou a arquitetura e as pessoas que habitam no município. Seu objetivo foi retratar a diversidade da comunidade com equidade, por meio de fotos espontâneas transformadas em preto e branco.

Até a próxima coluna!

E-mail:

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 21 Junho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/