Dólar Comercial: R$ 5,02 • Euro: R$ 6,11
Quarta, 03 Março 2021

Tamy e Nego Leo lançam projeto 'Pero que si'

peroquesi_youtube Reprodução/ YouTube

Um "Coletivo Reggae Style por um mundo sem fronteira" é como se define o "Pero que si", projeto que reúne os artistas Tamy, Nego Leo e Bruno Zanetti e Jeremy Naud. Tamy é uma cantora capixaba radicada no Uruguai, que vem investindo na musicalidade latino-americana. Nego Leo é baterista e instrumentista, já tocou em projetos como o Zémaria e Bruno e é músico e produtor musical do estúdio e gravadora Funky Pirata. Jeremy é um instrumentista, compositor e produtor francês. O primeiro single do disco que vem aí foi lançado na sexta-feira (27) com uma animação produzida por Gustavo Senna com desenhos de Renato Pontello. A música se chama "Deixa".

Napalma lança novo disco 

Grupo integrado pelo músico capixaba Cid Travaglia, o Napalma, lançou um novo álbum e um videoclipe da canção 'Sunu Warëf', que mergulha no coração da selva amazônica. O lançamento é do selo Lona Musik, sediado em Berlim, na Alemanha, mas que remonta ao saudoso Lona Records, que marcou época na música capixaba. O Napalma atualmente é formado por Cid, percussionista e responsável pelas batidas eletrônicas, e o cantor senegalês Abass Ndiaye from Senegal. O disco completo pode ser ouvido aqui e conta com remixes produzidos por SucreSoul (África do Sul), Infrared (França), Mista Monk (Austrália), Jaspe (França), Kokkosh (Egito) e Leandro Bonfim (Brasil).

Carlos Papel lança Songbook

Está quase pronto para ser lançado o Songbook do cantor e compositor Carlos Papel, que consta de um livro com canções transcritas acompanhado de um pendrive com áudios dessas músicas, num total de 24 obras divididas em dois volumes com arranjos feitos especialmente para o projeto, que também tem uma versão em braile. A iniciativa que celebra a obra de um dos mais importantes compositores da música do Espírito Santo nas últimas décadas contou com recursos do Funcultura coordenado pela Secretaria de Cultura do Espírito Santo (Secult). A Fina Produtora deu início à pré-venda do livro em seu site.

Lei Aldir Blanc até fim de 2021? 

O movimento Emergência Cultural, responsável por impulsionar o apoio da sociedade civil para a Lei Aldir Blanc, que disponibilizou R$ 3 bilhões para investimentos emergenciais em cultura em todos estados e municípios do Brasil, agora luta pela extensão dos prazos.
Nas negociações no Congresso Nacional, os tempos ficaram super apertados por conta do prazo do decreto de emergência devido à pandemia e na demora do governo em sancionar e repassar os valores para os entes federativos. Agora há o risco de que parte do dinheiro não possa ser empenhada à tempo e os recursos que eram da cultura voltem ao Tesouro Nacional. A proposta, que precisa de aprovação do Congresso ampliaria até 2021 o prazo para a destinação dos recursos, que na atual lei termina em 31 de dezembro. O projeto já passou no Senado e precisa ainda ser aprovado pela Câmara de Deputados numa das últimas sessões do ano.

Fanzine aborda questões do setor cultural

Lançado pela Associação Cultura Capixaba (Cuca) e pela Ciclo Escola de Economia Criativa para um curso de formação de agentes culturais, a série de fanzines "Introdução ao setor cultural" está disponível também para quem quiser acessar, por meio de solicitação pelo e-mail [email protected]. O conteúdo foi elaborado por Karlili Trindade com projeto gráfico e textos auxiliares de @chama.amanda.

Bernadette Lyra em homenagem internacional a Saramago

A escritora de Conceição da Barra Bernadette Lyra é uma das participantes da série documental "Herdeiros de Saramago", realizada pelo canal português RTP entrevistando os escritores contemporâneos que foram contemplados com o Prêmio José Saramago de Literatura. Ela é convidada no capítulo 7 da série pela escritora paulista Andréa del Fuego, vencedora do prêmio em 2011. O vídeo está disponível aqui e Bernadette dialoga com Andréa a partir dos 19min50s.

Editora Cousa participa do Prêmio Maraã

Com inscrições abertas até o dia 30 de novembro, o Prêmio Maraã de Poesia vai premiar dois poetas brasileiros, um estreante e outro que já tenha publicações, que terão como prêmio a publicação de suas obras com distribuição comercial pelas editoras Reformatório e Cousa, esta criada e sediada em Vitória. O nome do prêmio é uma homenagem à terra de origem do idealizador do concurso, Osório Barbosa, oriundo da floresta amazônica. "Que dos cantos mais recônditos do país e das mentes mais exultantes de nossos poetas possam sair versos que sejam fonte de expiração poética aos pulmões de brasileiros de todas as idades", diz o chamado. Mais informações no site: https://www.premiomaraa.com.br.

Maxwell dos Santos lança e-book infantil

O escritor Maxwell dos Santos lançou no Dia da Consciência Negra seu primeiro e-book infantil, O aniversário solidário de Cecília, obra que conta com ilustrações de Marcelo Joaquim. A obra se baseia numa história real ocorrida no Rio de Janeiro, quando uma menina negra pediu aos pais para realizar a distribuição de marmitas para pessoas em situação de rua no lugar da festa de aniversário. O livro está disponível para download gratuito em PDF aqui. 

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 03 Março 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection