Terça, 24 Mai 2022

Ticumbi suspende apresentação anual em Conceição da Barra

berto_rogerio_medeiros Rogério Medeiros

Os tradicionais festejos do Ticumbi ou Baile de Congo de São Benedito, que acontecem anualmente em Conceição da Barra, no litoral norte do Espírito Santo, serão diferentes nesta temporada. Por conta de problemas de saúde do Mestre Berto Florentino, a organização do evento decidiu suspender o Ensaio Geral da próxima quinta-feira (30), e a apresentação que ocorre no primeiro dia do ano. No lugar, porém, serão realizadas algumas celebrações menores, abertas ao público.

Depois de alguns dias passando mal, o mestre foi diagnosticado com sopro cardíaco e encaminhado para realizar uma ecocardiograma. Foram feitos esforços para que se pudesse entender o quanto antes a gravidade do caso, para que fosse tomada uma decisão sobre os festejos deste ano, e houve dificuldades para realizar os exames por falta de médicos na região que envolve os municípios de São Mateus, Conceição da Barra e Nova Venécia.

Na manhã desta quarta-feira (29), o quadro de saúde do mestre se agravou e a organização do Ticumbi decidiu cancelar o tradicional Ensaio Geral, quando os congos, integrantes da folia, passam a noite se preparando para a apresentação, para então seguir em barco pela manhã para buscar a imagem do São Benedito das Piabas, junto aos grupos de jongo das comunidades, até chegar ao Centro de Conceição da Barra, de onde seguem em procissão.

Rogério Medeiros

"No entanto, tendo em vista que já não cumprimos com nossas obrigações para com o Santo desde o ano passado, devido à pandemia, entendemos por bem que a data não deva passar em branco e que a devoção precisa ser mantida, até mesmo para que possamos pedir, juntos, pela saúde do povo devoto e de toda a humanidade neste momento difícil", informou em nota a organização, que ressaltou que o ano de 2021 vários dos integrantes do Baile de Congo enfrentaram ou ainda enfrentam problemas de saúde, como é o caso de Totonho, Quino, Silvanir e Floro, assim como Mestre Berto.

Sendo assim, na quinta-feira será realizada uma ladainha no Corrégo do Alexandre, residência de Toninho, onde aconteceria o Ensaio Geral. A atividade é aberta para todos e vai contar com a presença de integrantes do grupo, incluindo o jantar que será servido pelos festeiros.

A missa da manhã de 1⁰ de janeiro, que tradicionalmente precede a apresentação do Ticumbi, será acompanhada pelo grupo, mas por conta da situação, o Baile de Congo não será representado. Após a missa, porém, será mantido o tradicional almoço oferecido pela família Dealdina, que marca o encerramento das atividades da virada do ano, sendo que o encerramento do ciclo de festejos vai até o dia de São Sebastião, 20 de janeiro, com as últimas apresentações.   

O Ticumbi é uma celebração afrobrasileira que existe apenas no extremo norte capixaba, sendo que os últimos grupos se localizam em Conceição da Barra, na divisa com o litoral baiano. A manifestação que cruza os séculos foi criada por povos quilombolas e descendentes de negros escravizados e encena um duelo de guerreiros de dois reinos africanos pela realização da festa de São Benedito. A celebração mistura encenação, música, poesia e dança, incluindo vestuário típico.

O vídeo abaixo, realizado na época da transferência de comendo de Tertolino Balbino, o Mestre Terto, para Berto Florentino, mostra um pouco da história, ensaios, apresentações e do encontro do grupo de cultura popular com a Orquestra Filarmônica do Espírito Santo.

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 24 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/