Sexta, 12 Julho 2024

Vereadores apresentarão projeto que regulariza carnaval de blocos de Vitória

blocos_leonardo_sa-3283 Leonardo Sá

O começo das atividades da Câmara de Vitória no ano de 2024 será marcado pelo debate a respeito do carnaval de blocos de rua da Capital. Os vereadores Karla Coser (PT) e André Moreira (Psol) irão apresentar um projeto no qual buscam regularizar a festa popular, traçando as regras e critérios, já que o que tem regularizado os blocos são decretos da gestão municipal, que podem mudar a cada ano ou até mesmo durante o carnaval, de acordo com os interesses da Administração.

A ideia do Projeto de Lei surgiu em 2023, quando a gestão do prefeito Lorenzo Pazolini (Republicanos) acatou uma recomendação do Ministério Público do Espírito Santo (MPES) de não permitir que blocos que vão às ruas no final de semana após o carnaval desfilassem. A Prefeitura também impôs restrições aos que sairiam durante o carnaval, como cessar desfile antes das 18h. Contudo, a discussão coletiva sobre a proposta dos vereadores não seguiu adiante, o que deve ser retomado com o decreto da Prefeitura para o carnaval deste ano, que é considerado ainda mais cerceador do que o de 2023.

"Queremos dar segurança ao carnaval. É uma festa que tem potencial para ser um dos maiores eventos da cidade. Mesmo com todo potencial, tem bloco, como o BatuQDelas, que acabou por falta de capacidade econômica. Tem bloco desmotivado, que pensa em não sair. Algo que é uma potencialidade está se reduzindo", diz André.

A ideia do Projeto de Lei foi reapresentada aos blocos em reunião com seus organizadores nessa sexta-feira (12), no Triplex Vermelho, Centro de Vitória. Na ocasião os participantes leram o decreto que dita as regras para os blocos de rua no Carnaval 2024. Segundo o vereador, chegaram à conclusão de que é "pior do que se pensava quando foi feita a leitura inicial, quando foi divulgado". Um dos pontos polêmicos é a não autorização para que os blocos que desfilam antes ou depois do período carnavalesco, que este ano compreendem os dias 10, 11, 12 e 13 de fevereiro, de sábado a segunda, saiam às ruas.

Contudo, na quarta antes do sábado de carnaval é costume o desfile do PelaDonas do Centro. Na sexta, o Maluco Beleza. No primeiro final de semana após o carnaval, tem blocos como o Esquerda Festiva e o Prakabá. Esse último, uma espécie de encerramento do carnaval de rua do Centro de Vitória, reunindo todos os blocos. Outro ponto polêmico é a proibição de blocos parados, o que impossibilitaria, por exemplo, que o tradicional Vai que Gama, na rua Gama Rosa, fizesse a alegria dos foliões em 2024.

Prefeitura acata recomendação do MPES e suspende blocos do Centro

Promotor alegou problemas em relação à poluição ambiental e sonora e segurança. Ato nesta sexta protesta contra a medida
https://www.seculodiario.com.br/cultura/prefeitura-acata-recomendacao-do-mpes-e-suspende-blocos-deste-final-de-semana

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários: 2

Mariema em Domingo, 14 Janeiro 2024 19:03

O problema é que os blocos que param na Gama Rosa, há 4 anos,não cantam. Usam palavras de baixo calão e acham que os moradores,crianças, têm que ouvir xingamentos a políticos. Não é desfile de blocos que nos dê prazer vê ir à janela ver passar. Ou descer e acompanhar. É uns poucos militantes que acham que o que fazem se chama política. Barulho ensurdecedor,música mal tocada. Moro no centro desde a faculdade. Sempre assisti os concursos de bloco na Jerônimo Monteiro. O que estamos assistindo atualmente não é desfile nem é blocos. Infelizmente são essas pessoas que estão acabando com a beleza do Carnaval do centro.

O problema é que os blocos que param na Gama Rosa, há 4 anos,não cantam. Usam palavras de baixo calão e acham que os moradores,crianças, têm que ouvir xingamentos a políticos. Não é desfile de blocos que nos dê prazer vê ir à janela ver passar. Ou descer e acompanhar. É uns poucos militantes que acham que o que fazem se chama política. Barulho ensurdecedor,música mal tocada. Moro no centro desde a faculdade. Sempre assisti os concursos de bloco na Jerônimo Monteiro. O que estamos assistindo atualmente não é desfile nem é blocos. Infelizmente são essas pessoas que estão acabando com a beleza do Carnaval do centro.
Suellen Santos em Segunda, 15 Janeiro 2024 17:30

O Bloco VAI QUE GAMA, na Gama Rosa, tem crianças, idosos muito joviais, adultos e famílias. Além de ser proporcionado pela Casa de Bamba que é um bar e restaurante responsável com o seu entorno. São 12 anos de bom relacionamento com nossos vizinhos.
Aparece lá, conversa com a gente, você é nossa convidada. Temos total interesse na mudança da sua opinião.

O Bloco VAI QUE GAMA, na Gama Rosa, tem crianças, idosos muito joviais, adultos e famílias. Além de ser proporcionado pela Casa de Bamba que é um bar e restaurante responsável com o seu entorno. São 12 anos de bom relacionamento com nossos vizinhos. Aparece lá, conversa com a gente, você é nossa convidada. Temos total interesse na mudança da sua opinião.
Visitante
Sexta, 12 Julho 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/