Domingo, 05 Dezembro 2021

Websérie que mistura riso com traumas da pandemia estreia neste domingo

o_pa_da_pandemia_FotoFabioMartins Fabio Martins

Estreia neste domingo (17) a websérie "Xexa & Loloca em: O Pã da Pandemia", que faz rir, mas, ao mesmo tempo, levanta discussões sobre a pandemia da Covid-19 e suas consequências. Produzida pela Árvore Casa das Artes, terá cinco episódios, que serão exibidos nos dias 17, 19, 21, 26 e 28 de outubro, pelo YouTube, sempre às 19h, exceto o primeiro, que será às 20h.

Foto: Fabio Martins

Xexa & Loloca são dois palhaços, vividos, respectivamente, por Vanessa Darmani e Wyller Villaças. Utilizando a linguagem da palhaçaria clássica, o casal de palhaços externa suas angústias, tristezas e, também, momentos engraçados.

Segundo Wyller, a problemática da pandemia é tratada a partir do olhar do palhaço. "O palhaço, por ser essa figura que nos humaniza, pode tratar o assunto com leveza e trazer o riso, mas não o riso gratuito. A websérie também traz uma pegada crítica sobre questões políticas, como a gestão da pandemia", afirma. O projeto foi contemplado pelo edital Cultura Digital, da Lei Aldir Blanc, da Secretaria Estadual de Cultura (Secult). 

Ele relata que, por causa da crise sanitária, os trabalhos artísticos presenciais não puderam acontecer, fazendo com que tivessem que se lançar nas plataformas digitais. "Foi um divisor de águas. Por meio do edital conseguimos os equipamentos e estamos nos permitindo uma nova linguagem, assumindo a prática do audiovisual", afirma, destacando que por meio desse segmento, foi possível garantir minimamente uma renda.
Foto: Fabio Martins

A websérie aborda temas como a descoberta da pandemia por meio de notícias, a busca para comprar papel higiênico no início, as consequências do isolamento e a luta pelas vacinas, evidenciando também a solidariedade e a empatia, que estiveram presentes nesses momentos.

A iniciativa contou com a ajuda de um profissional de psicologia na elaboração do roteiro, como forma de realizar um trabalho que não ofendesse a dignidade dos mais de 600 mil brasileiros mortos pela Covid-19 no Brasil e seus entes queridos.

Na primeira conversa com o psicólogo, relata Vanessa, foi que surgiu o nome da websérie, pois o profissional falou sobre o mito do Deus Pã, que carregava em si todas as doenças e feiuras do mundo, e mesmo assim, conseguiu fazer uma flauta e tocar mundo afora. "Acho que queremos um pouco isto, apesar de carregar todas as dores, tocar a flauta com esta websérie", completa.

Quanto às mensagens deixadas pela websérie, Vanessa afirma que são muitas. "Acreditamos que não exista só uma mensagem. São várias, e em camadas, que estão escancaradas ou não. O riso por si só já é uma consequência de uma mensagem, as pessoas riem porque se identificam com uma realidade ou identificam alguém, o riso sempre leva e traz alguma mensagem", afirma.

Ela acrescenta: "Mas, com certeza, desejamos fazer as pessoas rirem, estamos precisando rir! Porque o riso cura! O riso salva! E, sobretudo, o riso é um direito da humanidade! Nosso foco principal é o riso e a reflexão que ele proporciona, mas a websérie, de certa forma, traz no seu cerne uma relato documental desse momento atual que todos nós estamos inseridos e vivendo como artistas e seres humanos".

A Árvore Casa das Artes é um espaço de pesquisa, formação e criação em artes cênicas, fundado em 2016 por Wyller e Vanessa. Ao longo dos seus cinco anos, o grupo montou três espetáculos, quatro números de palhaçaria, e vem se apresentando em festivais, mostras, praças, ruas e parques, em parcerias com mestres e grupos do teatro brasileiro.

Veja mais notícias sobre Cultura.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 05 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/