Dólar Comercial: R$ 5,62 • Euro: R$ 6,59
Quinta, 01 Outubro 2020

Edital JuventudES Emergencial abre inscrições para 100 projetos

ocupacao_social_CreditosSEDH SEDH

Estão abertas até o dia 15 de setembro as inscrições para o Edital JuventudES Emergencial, lançado pelo Instituto João XXIII em parceria com a Secretaria de Estado de Direitos Humanos (SEDH). O edital tem como público-alvo jovens entre 15 e 24 anos e vai contemplar até 100 projetos em dois eixos, organizados tanto por jovens quanto por coletivos juvenis, nos municípios do Programa Estado Presente. As inscrições podem ser feitas pelo site JuventudES

Os projetos devem ter foco em Direitos Humanos, tendo como principal objetivo o enfrentamento à pandemia da Covid-19. O edital irá distribuir recursos entre R$ 1 mil e R$ 3 mil aos projetos selecionados. 

O JuventudES Emergencial contempla dois eixos. O primeiro é o de Ações de Proteção Social organizadas por Coletivos Juvenis. Por meio dele, os coletivos receberão até R$ 3 mil para distribuir entre os moradores mapeados em seus territórios, em forma de transferência de recurso financeiro ou entrega de produtos de primeira necessidade. De acordo com o edital, os projetos selecionados receberão equipamentos básicos de proteção, como máscaras e álcool em gel. 

No segundo eixo, Produção de Conteúdo e Fruição Cultural em Direitos Humanos, com foco na pandemia do novo coronavírus, serão concedidas premiações de R$ 1 mil para jovens ou coletivos juvenis que estejam produzindo e divulgando conteúdos, tais como músicas, fanzines, debates online e exposições.

Além das premiações e repasse dos recursos, todos os jovens e coletivos selecionados pelo projeto participarão de ações formativas de forma virtual. As formações terão os seguintes temas: Capacitação em Protocolos de Segurança Covid-19; Posicionamento Digital com Propósito; Projetos Da Ideia à Ação; e Finanças e Prestação de Contas. 

JuventudES Emergencial 

O Projeto JuventudES Emergencial está no eixo de Proteção Social do Programa Estado Presente em Defesa da Vida. Tem como objetivo minimizar os impactos sociais e econômicos decorrentes da pandemia, por meio da promoção da autonomia juvenil, e é executado como parte do projeto "Estado Presente: Segurança Cidadã", em uma parceria entre o Governo do Estado do Espírito Santo com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Estado Presente

O Programa Estado Presente em Defesa da Vida tem como objetivo reduzir os índices de violência e criminalidade, com foco especialmente em crimes letais, além de reduzir a vulnerabilidade da juventude à violência. Ele foi retomado no início de 2019 com o eixo policial, e em setembro foi lançado o eixo de Proteção Social - cujo projeto JuventudES Emergencial faz parte.

Veja mais notícias sobre Direitos.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quinta, 01 Outubro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection