Terça, 19 Outubro 2021

'Centro Pop de Cariacica é minimamente satisfatório, mas não o ideal'

centropop_cariacica_FotoClaudioPostay_PMC Claudio Postay/PMC

O Centro Pop de Cariacica, recém-inaugurado, "é um equipamento minimamente satisfatório, mas não o ideal". A avaliação é de um dos agentes Pastoral do Povo de Rua da Arquidiocese de Vitória, Marco Romanha, após visita ao local.

Segundo ele, as pessoas em situação de rua têm condição de tomar banho e lavar a roupa de uso cotidiano, mas faltam itens como cobertor e lençol. Marco destaca ainda a necessidade de um centro de convivência maior, já que o que foi criado é no mesmo espaço em que as refeições são servidas, além de banheiros com dimensões maiores.

Entretanto, ele considera como positivos fatores como a disponibilização de atendimento psicossocial, inclusive, com auxílio para retirada de documentos. "Os documentos são importantes para conseguirem trabalhar", ressalta.

O agente de pastoral também acredita ser positivo o fato de o espaço contar com múltiplos profissionais, como assistente social, psicólogo e auxiliares de serviços gerais. Marco relata que, ao conversar com os assistidos, eles afirmaram gostar da qualidade da comida oferecida. 

Para ele, é importante que, diante do tamanho do município, seja construído outro Centro Pop, pois, dependendo da região onde a pessoa está, pode não conseguir se deslocar para o equipamento inaugurado no último dia 2, que fica no bairro Morada de Santa Fé.

Outra sugestão é a possibilidade de organizar as pessoas em situação de rua que trabalham com reciclagem, dando apoio, por exemplo, à criação de uma cooperativa. Marco aponta também para a necessidade de criação de um albergue no município. Ele relata que existe um abrigo, mas diferentemente de um albergue, os horários de entrada e saída normalmente são rígidos, o que pode afetar negativamente a procura pelo espaço. 

Segundo a Prefeitura Municipal de Cariacica (PMC), o Centro Pop tem capacidade de atendimento diário de 40 pessoas e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 19 horas. A administração do atendimento será feita pela Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (Adras). No local são oferecidas quatro refeições diárias: café da manhã, almoço, lanche da tarde e jantar. 

Veja mais notícias sobre Direitos.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 19 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/