Sábado, 16 Outubro 2021

Em audiência no Senado, Ana Rita lembra o extermínio de jovens no ES

Em audiência no Senado, Ana Rita lembra o extermínio de jovens no ES

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado realizou uma audiência pública nessa terça-feira (20) para discutir o elevado número de mortes violentas que vitimiza a juventude negra no País. A senadora Ana Rita Esgário (PT) é membro da comissão e participou da audiência ressaltando os altos índices de homicídios dentre esta parcela da população no Estado.

 
A parlamentar salientou na audiência que o que ocorre no Espírito Santo é o extermínio de jovens negros e que faltam políticas públicas articuladas e integradas para enfrentar essa violência. Ela ressaltou ainda que o Legislativo tem a obrigação de fiscalizar essas ações de combate à violência.
 
Ana Rita lembrou que o Estado é o segundo do País em homicídios de crianças e adolescentes até 19 nos, segundo o Mapa da Violência 2012, com taxa de 33,8 homicídios por grupo de 100 mil habitantes. Ela também usou dados do Núcleo de Estudos Sobre Violência, Segurança Pública e Direitos Humanos (Nevi) da Universidade Federal do Estado (Ufes) durante o pronunciamento. 
 
Ela lembrou que, de acordo com o levantamento do Nevi em 2011, foram registrados 1.725 homicídios, sendo que 899 vítimas foram jovens com idades entre 15 e 29 anos. Destes, 80% ocorreram entre jovens negros.
 
De acordo com o Mapa da Violência, Vitória é a segunda Capital mais violenta do País para crianças e adolescentes, com taxa de 76,8 mortes no País. É a mesma posição que ocupava em 2000, mas naquele ano foram 40,4 homicídios por 100 mil. 

Veja mais notícias sobre Direitos.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 16 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/