Sexta, 19 Agosto 2022

Estado participa de campanha nacional contra extermínio de jovens da periferia

Estado participa de campanha nacional contra extermínio de jovens da periferia

O Espírito Santo, por meio do movimento negro Círculo Palmarino, vai participar da campanha nacional contra o extermínio de jovens da periferia. O projeto Vida Viva reúne, no próximo sábado (2), entidades que lutam em todo Brasil por políticas públicas que promovam a vida e contra iniciativas que considerem a morte como solução dos problemas sociais. 


Nesta data, comunidades das periferias e coletivos da sociedade civil vão realizar atividades para pressionar por políticas públicas de valorização à vida. Diversas manifestações políticas e culturais em nome dessa causa serão realizada em oito estados do País. Serão promovidos saraus, slams, grafites, peças de teatro, práticas de esportes, entre outras atividades abertas à participação pública.


No Estado haverá, neste sábado (2), uma edição especial do Sarau Palmarino, às 15 horas no Bar da Zilda, Centro de Vitória. De acordo com Lula Rocha, coordenador da entidade, será realizado um encontro de gerações do hip hop capixaba. 


“O Movimento Hip Hop é parte mais que importante da construção do Movimento Negro Capixaba. Ele formou e informou nosso povo e até hoje expande e recria a luta antirracista dando voz às juventudes. O Espírito Santo tem muito ainda que aprender com o que os artistas do rap, break e grafite têm a dizer e mostrar sobre nossas realidades e sonhos”, diz texto que divulga o evento.


Gilmar Martins, artista do histórico grupo de Hip Hop Negritude Ativa, militante que há tempos vem abrindo caminhos e pavimentado esta cultura no Estado, será homenageado. 


Lançada no dia 12 de outubro, a campanha Vida Viva é resultado da articulação de um grupo de organizações da sociedade civil junto com a Santos Mártires e com o Fórum em Defesa da Vida de São Paulo. Com a proposta de ampliar a pressão popular por políticas que promovam a vida e também barrar iniciativas de autoridades que enxergam a morte como solução, a campanha sensibilizou e engajou comunidades de vários estados.


Na Bahia, por exemplo, haverá caminhada em Salvador. No Distrito Federal, a Comissão de Direitos Humanos do Conselho Federal de Psicologia promove o debate “Menos Armas, Mais Vida: o que a psicologia tem a ver com isso?”. Em Pernambuco, haverá um ato público e uma exposição de arte no Recife. No Rio de Janeiro, as comunidades Alemão e Maré farão manifestações. Em São Paulo, acontecem, no Jardim Ângela, a 24ª Caminhada pela Paz e o encerramento do Encontro de Saraus.


Atividade: Sarau Palmarino

Data: 2/11/2019

Horário: 15h

Local: Bar da Zilda - Rua Maria Saraiva - Centro - Vitória-ES.

Veja mais notícias sobre Direitos.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 19 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/