Terça, 19 Outubro 2021

Pastoral defende ação emergencial de proteção às pessoas em situação de rua

populacao_rua_nacional_josecruz_abr José Cruz/ABr

O inverno esta aí e o frio se faz cada vez mais presente. Preocupada com a realidade das pessoas em situação de rua, a Pastoral do Povo de Rua da Arquidiocese de Vitória defende que o poder público implemente uma ação emergencial de abrigamento. A iniciativa seria no sentido de destinar prédios públicos para que a população em situação de rua seja abrigada, como aponta o agente de Pastoral, Fabian de Carvalho.

Um dos espaços que poderiam ser destinados para isso é o Sambão do Povo, em Mário Cipreste, com seus camarotes. Esse tipo de ação, acredita, seria de "proteção à vida das pessoas".

"O nível de frio está insuportável. As pessoas que não morreram de fome porque a sociedade civil não permitiu, com a doação de alimentos, aqueles que não morreram de Covid-19, pois a sorte não deixou, morrerão de frio", lamenta.

Fabian destaca que a sociedade civil tem doado roupas e agasalhos para pessoas em situação de rua, entretanto, esses pertences têm sido retirados, inclusive, em ações da polícia. "O poder público não garante a proteção ao frio e ainda retira os pertences que as pessoas têm", denuncia.

Para o agente de Pastoral, seja na gestão estadual ou nas municipais, não há diálogo com a sociedade civil sobre políticas voltadas para pessoas em situação de rua.

"Nem o governo do Estado nem os municípios conseguem articular a pauta entre o poder público e a sociedade civil, não conseguem ter um espaço de discussão permanente", critica, destacando que a Prefeitura de Vitória irá realizar um seminário sobre o assunto, para o qual a Pastoral foi convidada, mas o tempo de fala das entidades é reduzido, e os debates, pontuais.

Doações

Embora ache que a doação de cobertores e agasalhos é uma ação insuficiente diante do frio, a Pastoral realiza uma campanha de arrecadação. As pessoas podem fazer as doações na Paróquia Santa Teresa de Calcutá, em Itararé, Vitória, na rua Argeu Farias Gomes, nº 62. Também é possível fazer doação em dinheiro por meio de depósito em conta corrente do Banestes, nº 27.697 – 770, agência 0274, que tem como titular a Mitra Arquidiocesana de Vitória Paróquia Santa Teresa de Calcutá.

O Projeto Du' Bem também conta com pontos de arrecadação na portaria do Palácio do Café, na Enseada do Suá; no edifício Vila Velha Luna, na Mata da Praia; e no edifício Bia Ritz, em Jardim Camburi.

Quem quiser contribuir com a campanha realizada pelo Grupo Orgulho, Liberdade e Dignidade (Gold), pode entregar suas doações na avenida presidente Florentino ávidos, 502, sala 102, Centro de Vitória. Mais informações sobre a ação do Gold podem ser obtidas pelo telefone (27) 99956.6004 e pelo email .

Veja mais notícias sobre Direitos.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Terça, 19 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/