Dólar Comercial: R$ 5,27 • Euro: R$ 6,40
Segunda, 02 Agosto 2021

Indicação cobra nomeação definitiva para Coordenação de Diversidade Sexual

lorenzo_pazolini_4_jansenlube_PMV Jansen Lube/PMV
A vereadora Camila Valadão (Psol) apresentou uma indicação à Prefeitura de Vitória, solicitando a nomeação definitiva da Coordenadoria de Política de Diversidade Sexual na Secretaria de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho. Representantes de movimentos sociais LGBTQIA+ afirmam que, até hoje, nenhuma aproximação foi feita por parte de Renata Segóvia Ferreira, nomeada em junho.

Camila explica que, em contato com representantes da área, foi informada que a nomeação para o cargo foi feita de maneira interina. Isso porque, quando Renata foi escolhida para a coordenadoria de diversidade sexual, já ocupava a função de gerente de Políticas de Cidadania e Direitos Humanos na administração de Lorenzo Pazolini (Republicanos).

"Nós fizemos essa indicação, porque entendemos que esse espaço de gestão das políticas públicas para a população LGBTQIA+ é fundamental", pontua.

Diego Herzog Peruch, presidente da Associação Grupo Orgulho, Liberdade e Dignidade (Gold), relata que a responsável pela coordenadoria ainda não se apresentou ao movimento. Ele também acredita que a nomeação deva ser feita de forma definitiva. "Tudo isso indica uma falta de interesse da administração por essa pauta", ressalta.

Além da indicação desta semana, Camila Valadão já tinha apresentado uma proposição para que a prefeitura crie o Conselho Municipal LGBTQIA+, que ainda não existe em Vitória.

"Eu não conheço a Renata, portanto, a nossa indicação não é nenhuma crítica a ela, mas é porque nós entendemos que esse tema é importante e merece uma gestão qualificada, e não apenas temporária".

O caso também foi citado pela vereadora nas redes sociais: "Nossa indicação é também uma crítica ao descaso às políticas públicas pensadas para a população LGBTQIA+ em nossa cidade, considerando que essa coordenadoria ficou sem responsável por cinco meses desde o início da gestão municipal".

A nomeação de Renata Segóvia Ferreira foi publicada no Diário Oficial do Município na edição do dia 1º de junho. A escolha do nome para a Coordenação de Políticas de Diversidade Sexual foi feita após cobranças públicas. No dia 28 de maio, a Associação Gold encaminhou um ofício à prefeitura, pedindo explicações sobre a demora.

Após a nomeação, Diego Herzog Peruch criticou principalmente a escolha de uma pessoa que já estava em outra função da secretaria. "São dois cargos totalmente distintos e, com isso, a causa LGBTQI+ pode continuar de lado, porque a pessoa vai estar ocupada com duas funções. Foi só uma nomeação para não ficar feio para o prefeito", pontuou na ocasião.

Veja mais notícias sobre Direitos.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 02 Agosto 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/