Dólar Comercial: R$ 5,62 • Euro: R$ 6,67
Sábado, 24 Outubro 2020

Vítimas de violência doméstica e sexual poderão ter atendimento especializado no SUS

Vítimas de violência doméstica e sexual poderão ter atendimento especializado no SUS
O Sistema Único de Saúde (SUS) pode ter incluído em seus princípios e diretrizes a garantia de atendimento específico e especializado a mulheres e demais vítimas de violência doméstica e sexual em todo o país. É o que prevê proposta aprovada pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado, nesta quarta-feira (26). A matéria segue para a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH).
 
A proposta de alteração na  PLS 295/2013 resulta do trabalho da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito da Violência Contra a Mulher. Segundo a Comissão, as vítimas de violência doméstica não dispõem de condições específicas e especializadas para a promoção, proteção e recuperação da saúde dentro do SUS.
 
A relatora proposta, senadora Ana Rita (PT), afirmou que a alteração da Câmara qualifica o projeto. “O projeto contribui para o desenho de uma política pública de saúde que reconheça as necessidades específicas de atendimento das vítimas tanto da violência sexual quanto da violência doméstica.”, declarou.
 
O projeto, proposto pela senadora Iara Bernardi (PT-SP) altera o artigo 7º da Lei 8.080/1990, que dispõe sobre a promoção, proteção e recuperação da saúde. Entre os atendimentos que devem ser assegurados às mulheres vítimas de violência, segundo o texto aprovado, estão tratamento médico, atendimento psicológico e, quando for necessário, cirurgias plásticas reparadoras.

Veja mais notícias sobre Direitos.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sábado, 24 Outubro 2020

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/

No Internet Connection