Domingo, 26 Junho 2022

Caparaó cria seu Banco Comunitário

Caparaó cria seu Banco Comunitário

A região do Caparaó capixaba é o endereço do mais novo banco comunitário capixaba. Criado em 2016 por iniciativa da Associação dos Produtores do Vale do Portal do Céu (Aprovap), o banco acaba de eleger sua equipe de análise de crédito e seus agentes de desenvolvimento, durante o II Fórum de Economia Solidária.



O próximo passo é aprovar sua política de concessão de crédito, num próximo Fórum, e então proceder a inauguração oficial, tendo pelo menos dois serviços em funcionamento: concessão de crédito produtivo, para fortalecer a economia familiar, e o pagamento de contas de energia elétrica (a EDP Escelsa é parceira no projeto, tendo doado R$ 13 mil por meio de um contrato de doação).



O objetivo é fazer o dinheiro girar dentro da comunidade e da região do Caparaó, por meio da moeda social própria, intitulada Tico-tico.



Os bancos comunitários são uma das principais formas de realização da Economia Solidária, movimento estruturado que cresce em todo o mundo e tem, no Espírito Santo, o Banco Bem como uma das mais bem-sucedidas experiências.



São bancos diferentes dos convencionais, pois toda a riqueza que eles movimentam pertencem às suas comunidades e promovem o desenvolvimento local de forma estruturada.



Tuíla Goulart Rezende, secretária da Aprovap, ressalta ainda que, por funcionarem com menos burocracia, oferecem taxas de juros baixas e análises cadastrais mais simples, podendo conceder crédito inclusive para pessoas que não possuem acesso ao crédito nas instituições financeiras convencionais.



“Acredito que essa iniciativa da comunidade, de criar um Banco Comunitário, irá fortalecer a economia local com a geração de emprego, empréstimos produtivos e outras formas de comercialização que façam o dinheiro circular dentro da comunidade”, afirma.



Outro parceiro da Aprovap no projeto é a Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes), que, a partir de abril último, efetivou, por meio de uma linha de apoio aos bancos comunitários, um repasse de recursos para o custeio das despesas de manutenção do banco.



O Banco Comunitário Caparaó funciona todos os dias da semana, de segunda a domingo, na Casa da Economia Solidária (Caes), localizada no distrito de Patrimônio da Penha, município de Divino de São Lourenço. No local funciona também uma lojinha, comercializando produtos 100% locais.



Mais informação na fanpage.


 

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 26 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/