Sábado, 25 Junho 2022

Fórum Estadual de Secretarias de Administração debate soluções em gestão

Na próxima quinta-feira (13) será realizado em Vitória o Fórum Estadual de Secretarias de Administração do Estado (Fesmad). Durante o evento haverá a apresentação do Índice de Governança Municipal (IGM). O estudo foi criado pelo Conselho Federal de Administração (CFA) para analisar o grau de assertividade das políticas públicas praticadas pelas administrações municipais do País.



Secretários das administrações municipais do Estado se reunirão para, além da apresentação do índice, analisar as principais forças e fraquezas da administração e trabalhar em conjunto a melhoria do índice.



A partir do índice que avaliou os municípios brasileiros é possível fazer um recorte da situação do Espírito Santo. Vitória, por exemplo, ocupa o 15º lugar no quesito melhor nota na gestão pública.



Dentre os municípios do Estado, alcançaram melhor qualidade na gestão, além da Capital, os municípios de Viana, Piúma, Aracruz e São José do Calçado. No quesito gastos e finanças públicas, Marataízes, no litoral sul, ficou em primeiro lugar como município capixaba com a melhor nota. Em seguida, vem Aracruz, Piúma, Vitória e Mucurici.



De acordo com o vice-presidente do Conselho Regional de Administração no Estado (CRA-ES), Manoel Carlos Rocha Lima, o órgão vivencia a busca de apoio dos municípios – principalmente aqueles com menores receitas do interior – na busca de assessoria técnica para a captação de recursos.



O índice, criado pelo órgão federal, vem para mostrar as principais forças e fraquezas destes municípios, apontando para a melhoria da governança e da gestão. No estudo são apontados os pontos críticos de cada administração e os conselhos regionais ficam responsáveis por desdobrar os índices feitos por região.



O Índice de Governança Municipal reuniu dados disponibilizados pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Foram consideradas informações de áreas como saúde, educação, planejamento urbano, gestão fiscal, habitação e recursos humanos.



Segundo Lima, a ideia é que o índice consiga mostrar em que os municípios precisam melhorar e apontar soluções para a melhora nos indicadores.



Ele ressalta que todos os conselhos regionais têm essa missão, e o CRA-ES é pioneiro em reunir os secretários para pensar conjuntamente, por isso, firmou parceria com o Fesmad para contribuir para a melhoria das gestões municipais.



O evento ocorre a partir das 9 horas, no Bourbon Vitória Residence Hotel, na Praia de Camburi e a apresentação dos dados do IGM será conduzida pela administradora e Conselheira Federal pelo CRA do Rio Grande do Norte, Ione Macedo de Medeiros Salem; e também pelo administrador Rodrigo Neves Moura. Ambos são integrantes da Câmara de Gestão Pública do CFA, em Brasília.

Veja mais notícias sobre Economia.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 26 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/