Segunda, 18 Outubro 2021

Comunidade de Afonso Cláudio estipula prazo para envio da relação de alunos à Sedu

A comunidade de Afonso Cláudio, sul do Estado, estipulou prazo até segunda-feira (19) para que a Superintendência local de Educação envie a relação de alunos que serão matriculados nas escolas fechadas no município à Secretaria de Estado da Educação (Sedu).  A providência é exigida da superintendente Lucirlene Ornela da Silva Velten.
 
A elaboração da lista dos alunos caberia à própria superintendência. Contudo, a comunidade aceitou a tarefa, considerando a importância do ensino médio para centenas de alunos.
 
A tarefa foi cumprida e agora a Sedu terá que fazer a sua parte. A luta da comunidade é intensa, pois o governo do Estado fechou as escolas para que a Escola Viva, sua vitrine na área da educação, pudesse ter alunos na sede do município.
 
No último dia 30, os  moradores de Afonso Cláudio que lutam pela reabertura do ensino médio em escolas do interior tiveram uma vitória parcial. Em audiência na Secretaria de Estado da Educação, em Vitória, receberam a promessa de que a secretaria reabrirá o ensino médio diurno em escolas das comunidades de Piracema, Vila Pontões e Fazenda Guandu.
 
Na ocasião, perderam o caso de Mata Fria, que a Sedu não aceitou discutir, sob alegação de que este caso não estava em pauta. Os representantes da comunidade deram clareza à secretaria de que não abrem mão do funcionamento do ensino médio nesta comunidade. Lá a decisão da Sedu deixou fora da escola 90 alunos habilitados a realizarem o ensino médio.

Veja mais notícias sobre Educação.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Segunda, 18 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/