Sexta, 27 Mai 2022

Prefeitura da Serra nega reajuste a professores e categoria prepara reação

Os professores da rede municipal da Serra se reuniram em assembleia nesta terça-feira (15) para discutir o resultado da audiência realizada entre representantes da prefeitura do município e do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado (Sindiupes), realizada na segunda-feira (14).



Na assembleia, os professores foram informados que a prefeitura não deve conceder reajuste para a categoria em 2016 (pelo segundo ano), o que deixou os trabalhadores presentes indignados.



Diante da negativa de reajuste e até mesmo de reposição de perdas inflacionárias, os trabalhadores decidiram realizar uma manifestação no dia 3 de abril contra a ausência de reajustes e a falta de políticas públicas para a educação.



O município da Serra não cumpre a Lei do Piso Nacional do Magistério na aplicação dos vencimentos definidos pela legislação nem em relação à carga horária para planejamento, que seriam 16 aulas para nove planejamentos.



O departamento jurídico do Sindiupes analisa as medidas que podem ser tomadas para garantir a concessão de reajuste aos professores e o cumprimento da Lei do Piso.



Além da falta de reajuste, não só os professores, como a comunidade escolar como um todo, se queixam da falta de estrutura física em escolas da rede municipal e da falta de segurança nas unidades.



No mês de janeiro deste ano, pelo menos duas escolas da rede municipal foram arrombadas, furtadas e vandalizadas. No dia 26 daquele mês, a Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Professor Darcy Ribeiro, no bairro Nova Almeida foi alvo de vândalos que, além de levarem câmeras e notebooks, também destruíram móveis e tentaram atear fogo em salas.



Já no dia 19 de janeiro, a Emef Jardim Bela Vista que foi alvo de criminosos. Na ocasião, foram roubados 15 ventiladores e a escola foi depredada. De acordo com a denúncia da Associação de Moradores de Jardim Bela Vista, a prefeitura da Serra cancelou o contrato com a empresa de alarme que atendia às escolas.

Veja mais notícias sobre Educação.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 27 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/