Sábado, 25 Junho 2022

Professores da rede municipal da Serra decidem pôr fim à greve

Professores da rede municipal da Serra decidem pôr fim à greve
Os professores da rede municipal da Serra decidiram, em assembleia realizada na tarde desta terça-feira (7), encerrar a greve iniciada em 16 de junho. Cerca de 120 profissionais participaram da assembleia, que ocorreu no Centro de Treinamento de Carapina.



O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado (Sidiupes) apresentou aos professores os resultados da mesa de negociação com a prefeitura, apontando que o prefeito Audifax Barcelos (PSB) não havia viabilizado nenhuma das questões levadas pela entidade, alegando que, por conta da greve, todas as demandas haviam sido suspensas.



No entanto, o prefeito garantiu que, caso a categoria aprovasse o fim da greve, votaria a negociar. O prefeito garantiu que ainda nesta semana viabilizaria a convocação dos concursados.



A pauta de reivindicações dos professores contempla o reajuste de 11,18%, a ser concedido em uma só parcela. As perdas salariais da categoria com base na inflação, somente no mandato do atual prefeito Audifax Barcelos, já chegam a 31,47%, enquanto a perda histórica é de 39%.



Já a prefeitura propôs o pagamento parcelado de parte das perdas, sendo 2% em junho deste ano, 3% em novembro, e 4% em abril de 2016, totalizando reajuste de 9%.



Para a prefeitura, o índice de 9% de reajuste não repõe as perdas salariais nem recupera o poder de compra dos salários dos professores. Em 2013 não houve reajuste para o magistério do município e em 2014 a categoria teve 6%, referente ao reajuste da inflação.

Veja mais notícias sobre Educação.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Domingo, 26 Junho 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/