Sexta, 19 Agosto 2022

Agricultores orgânicos de Santa Maria de Jetibá e de Linz organizam intercâmbio

Quinze agricultores de Santa Maria de Jetibá, na região serrana capixaba, foram escolhidos em assembleia das duas associações de agricultura orgânica locais – Amparo Familiar e APSAD-Vida – para participar de um intercâmbio com agricultores de Linz, cidade austríaca 100% orgânica.


O objetivo é ampliar a agricultura orgânica no município, que é referência estadual e nacional no setor, com 120 famílias certificadas e mais de vinte em processo de conversão. São quase 700 pessoas trabalhando diretamente nas lavouras orgânicas, produzindo 3,12 mil toneladas/ano de alimentos, principalmente olerícolas, café, milho e feijão, que são comercializados na merenda escolar e em 35 pontos de feiras Grande Vitória e interior.



Já a cidade de Linz é referência mundial em orgânicos, com legislação própria de incentivo e regulamentação, um dos objetos de interesse na pesquisa a ser feita pela prefeitura. “Queremos conhecer essa legislação, se foi decreto ou lei municipal, quanto tempo levou para elaborar e implementar. Para fazer mudanças na nossa legislação, se necessário”, comenta o secretário municipal de Agropecuária, Egnaldo Andreatta, falando também em nome do prefeito, Hilário Roepke (PMDB).



O projeto está sendo germinado desde setembro de 2017 entre a Secretaria de Agropecuária de Santa Maria e o Consulado da Áustria no Espírito Santo, com apoio das Associações Amparo Familiar e APASAD-Vida, e está na fase final, com previsão de votação na Câmara de Vereadores na próxima segunda-feira (25).



O custo é estimado em R$ 79 mil, equivalente a 3% do orçamento de 2018 da Secretaria, garantindo funcionamento das atividades durante dois anos e meio.



Na Áustria, os capixabas serão recebidos pelo primeiro ministro da Áustria e terão hospedagem e alimentação providenciadas pelo governo de Linz. Ao retornarem ao Estado, irão receber os austríacos em suas propriedades e, numa fase mais avançada do projeto, compartilharão os conhecimentos adquiridos com os demais produtores rurais do município, doando cerca de 50 horas de trabalho para essa divulgação, incluindo palestras em escolas.



Selene Tesch, presidenta da Amparo Familiar e membro de outras duas entidades locais – a Cooperativa de Agricultores Familiares (CAF Serrana) e a Associação Mães da Terra – é uma das 15 pessoas eleitas para o intercâmbio. "Projetos como esse deveriam ser estendidos a todos os agricultores do município, pois esse tipo de intercâmbio enriquece a todos que participam, promove o desenvolvimento de valores e princípios de sua cultura”, enfatiza.

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários: 1

JOSÉ FERREIRA LEMOS em Segunda, 11 Janeiro 2021 14:07

um olho na lavoura outro no mercado!

PREZADO ASSOCIADO:

acaba de chegar em Vitória a plataforma de vendas ifruti (vendas pela internet)
Vendas pela internet virou uma realidade e ganha mais dinheiro quem sai na frente.
Se você é sediado no CEASA OU OUTRO LOGRADOURO e Caso queira conhecer essa modalidade de vendas de produtos hortifrutigranjeiros ( ovos, laranja, café abóbora, bananas etc) chame o Representante da Plataforma de venda da Plataforma Digital,

Sr. Lemos, 27 999289087 whatsaap

um olho na lavoura outro no mercado! PREZADO ASSOCIADO: acaba de chegar em Vitória a plataforma de vendas ifruti (vendas pela internet) Vendas pela internet virou uma realidade e ganha mais dinheiro quem sai na frente. Se você é sediado no CEASA OU OUTRO LOGRADOURO e Caso queira conhecer essa modalidade de vendas de produtos hortifrutigranjeiros ( ovos, laranja, café abóbora, bananas etc) chame o Representante da Plataforma de venda da Plataforma Digital, Sr. Lemos, 27 999289087 whatsaap
Visitante
Sexta, 19 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/