Quarta, 10 Agosto 2022

​Ambientalistas denunciam novo desmatamento do Morro do Carcará

morro_do_carcara_lagoa_encantada_capa_forum_desea Fórum Desea

Menos de um mês depois da primeira denúncia de desmatamento na área do Morro do Carcará, em Vila Velha, o Fórum de Desenvolvimento Social, Econômico e Ambiental (Desea) denunciou a ampliação da ação, contando com três tratores que destruíram parte da vegetação nativa na região que pertence à Área de Preservação Permanente (APP) da Lagoa Encantada.

Nesse sábado (2), integrantes do Fórum composto por moradores, ecologistas e organizações não governamentais conseguiu aparentemente frear a expansão do desmatamento após acionar a Prefeitura Municipal de Vila Velha (PMVV) e a Polícia Ambiental. Embora os responsáveis pela destruição da mata tenham apresentado uma autorização da PMVV, os fiscais da prefeitura pediram a suspensão das atividades até a próxima segunda-feira (4) para averiguarem a situação, já que não está claro o limite da área de obras concedido pelo poder público para as atividades de terraplanagem que estão sendo realizadas no local.

Fórum Desea

O Morro do Carcará está em área contínua à região da lagoa e outros inundados que cumprem importante função na retenção de águas da chuva numa cidade acostumada com as inundações. Também está cercado por empreendimentos, sobretudo da área de logística, além de diversos bairros residenciais.

Por ter um relevo mais elevado, o Morro do Carcará é a área da APP que possui maior biodiversidade, com ocorrência de espécies ameaçadas de extinção como o ipê felpudo e outros, além de servir de abrigo para animais silvestres. O morro corresponde à área de Mata Atlântica da APP, que também possui resquícios de manguezal e restinga.

O Fórum Desea registra que desde 2013 áreas do Morro do Carcará têm sido destruídas sistematicamente por cortes e queimadas, impedindo a regeneração da mata nativa, já que se a vegetação for considerada degradada ou em estágio inicial de regeneração é possível pedir autorização para desmatar.

A preocupação dos defensores da Lagoa Encantada não se dá só com a iniciativa privada, mas também com o poder público, já que um plano de mobilidade da PMVV apresenta intenção de cortar a APP para passagem de estradas, incluindo parte do Morro do Carcará. A região é estratégica por se encontrar no entroncamento de duas importantes vias do município, as rodovias Darly Santos e Carlos Lindenberg.

Uma das reivindicações do Fórum Desea é que a área da Lagoa Encantada seja transformada em parque municipal, em que se possa conciliar a preservação ambiental com espaço de lazer para os moradores do entorno.

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Quarta, 10 Agosto 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/