Sexta, 17 Setembro 2021

Arcelor garante que só emite 5% da poeira que chega à Ilha do Boi

Arcelor garante que só emite 5% da poeira que chega à Ilha do Boi

A ArcelorMittal informou que é responsável por apenas 5% da poeira sedimentável que chega à Ilha do Boi, em Vitória. Considerando o percentual de poluição apontado por entidades no bairro de 80%, significa afirmar que a Vale responde por praticamente a totalidade dos poluentes. A Arcelor se vale do dado para justificar a negativa em instalar as telas Wind Fence em sua área industrial, bem como faz com as alegações sobre o cinturão verde.

 
A siderúrgica garante explicar facilmente a forma de cálculo. A divulgação do dado é uma resposta às reivindicações da entidade Pó Preto Vix, que vem questionando os órgãos competentes sobre a eficácia do cinturão verde que a empresa diz funcionar como contenção da poeira sedimentada que emite no ar da Grande Vitória.
 
A Arcelor é acusada de racismo ambiental pelo Ministério Público Estadual (MPES), por se recusar a adotar no Estado as mesmas tecnologias utilizadas em outras unidades da empresa no mundo. O órgão determinou que a empresa instale as telas Wind Fence para minimizar suas emissões atmosféricas, mas a Arcelor se recusa. O que gerou pedido, pelo Ministério Público, de abertura de inquérito para investigar crime ambiental da Arcelor.
 
Para a siderúrgica a medida não é necessária devido à eficácia do seu cinturão verde (árvores no entorno da empresa) e ainda pelos baixos índices de poluente. A Arcelor afirma que em 2010 e 2011 emitiu somente pouco mais de 4% dos poluentes registrados na Ilha do Boi. O que significaria, segundo a empresa, participação porcentual da ordem de 5%.
 
A entidade Pó Preto Vix vai cobrar do governo do Estado que ateste a veracidade dos dados divulgados pela ArcelorMittal.

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 17 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/