Sexta, 17 Setembro 2021

Catadores fazem campanha de doação direta para associações de Vitória

catadores_coleta_divulgacao Divulgação

Uma união de três associações de catadores de Vitória promove a campanha "Catadores são Educadores", que destaca a importância do trabalho de reciclagem e reaproveitamento para a educação ambiental e cuidado do meio ambiente. Entre as ações, está a divulgação da possibilidade da "coleta seletiva solidária", com a doação direta de residências, condomínios e empresas para as associações, o que permite um melhor aproveitamento dos resíduos secos.

"O material da coleta seletiva solidária tem sido 99% reciclável, infelizmente o material da prefeitura tem 30% de rejeito, vem misturado com outros materiais, já veio com fralda descartável, que contamina o material e temos que descartar tudo, além de limpar toda associação, perdendo um dia de trabalho", conta Ana Lúcia Oliveira dos Santos, vice-presidente da Associação dos Catadores de Materiais Reciclados da Ilha de Vitória (Amariv).

A entidade faz parte da campanha Catadores são Educadores junto à Associação de Catadores de Material Reciclável de Vitória (Ascamare) e Associação de Catadores de Materiais Recicláveis do Município de Vitória (Amarv), que somam mais de 60 famílias que tiram seu sustento da coleta, sendo que muitas vezes nem conseguem chegar a um salário mínimo de renda. "Fazemos a destinação correta de tudo que é entregue. Não temos vergonha, temos sim muito orgulho de trabalhar com reciclagem, diz Ana Lúcia.

Divulgação

Além do volume pequeno no percentual de coleta seletiva e tratamento dos resíduos, também falta educação ambiental por parte do poder público para que haja separação adequada pela população. Onde não há coleta seletiva, boa parte dos resíduos acaba sendo destinado a aterros sanitários, com todo impacto ambiental negativo que isso implica, além de gerar custos para o Estado e deixar de garantir renda para catadores e empresas de reciclagem. De acordo com a campanha, o Brasil produz cerca de 79 milhões de toneladas de resíduos por ano, sendo que apenas 3% desse material é reciclado.

Nesse sentido que a atuação dos catadores educadores está tentando agir, sendo eles mesmo agentes de educação ambiental que realizam reuniões, apresentações e atividades para explicar a moradores sobre a importância do trabalho de separação, reciclagem e a forma adequada de destinar seu lixo.

Na última semana, foi realizado um debate online com presença de catadores dirigentes das associações e representantes de condomínios e associações de moradores.

Divulgação

Para doar diretamente às associações, é necessário entrar em contato pelos telefones no box abaixo, que atendem por WhatsApp. As próprias associações se encarregam de buscar o material na frequência desejada para atender a necessidade da localidade.

Segundo Ana Lúcia, basta separar o lixo seco do lixo úmido, sendo que o primeiro será coletado e logo separado para destinação adequada conforme o tipo de material. Se possível, o doador pode limpar previamente o material e separar por tipo de material (plástico, papel, vidro e outros). No caso do vidro, é recomendável deixar um aviso no recipiente onde estiverem, para evitar que os catadores se cortem. As associações também coletam óleo usado e ajudam a dar destinação correta, assim como podem ajudar na coleta de materiais onde não há coleta adequada, podendo evitar a criação de pontos viciados de lixo.

"Nossa campanha hoje é para que a sociedade de Vitória se conscientize. É uma cidade tão tão linda. Quem quiser saber como fazer o que fazer com seu lixo reciclável, para onde vai e o que vai ser feito, pode entrar em contato", diz a vice-presidente da Amariv.

CONTATOS

Ascamare - (27) 99287-9137 /
Amariv - (27) 99689-2210 / 99808-2537 /
Amarv - (27) 98822-4256 / 99312-4287 /

Instagram: https://www.instagram.com/p/CGVthnZjWhh/

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente.

Veja também:

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Visitante
Sexta, 17 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.seculodiario.com.br/